nsc

COM APOIO DA TORCIDA

Em casa, joinvilense conquista título juvenil do Campeonato Brasileiro de Tênis de Mesa

Lhays Stolarski levou o 1º lugar na categoria juvenil no campeonato brasileiro feminino disputado em Joinville

08/12/2021 - 17h04 - Atualizada em: 08/12/2021 - 18h53

Compartilhe

Por Yan Pedro
Lhays Stolarski contou com a torcida de amigos e alunos durante a disputa do campeonato.
Lhays Stolarski contou com a torcida de amigos e alunos durante a disputa do campeonato.
(Foto: )

A joinvilense Lhays Stolarski conquistou o título do Campeonato Brasileiro de Tênis de Mesa na categoria juvenil. A final, disputada no Centreventos Cau Hansen nesta segunda-feira (7), contou com a torcida a favor de Lhays para derrotar a paulista Beatriz Kanashiro por 3 sets a 0 - parciais de 11/6, 11/8 e 11/8.

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

“É muito gratificante vencer. Eu que estava ali, sempre batendo na trave em Campeonatos Brasileiros”, disse aliviada a atleta que ainda sonha em um dia representar o Brasil nos Jogos Olímpicos. Abaixo, a entrevista de Lhays à CBTM.

Quase dois mil atletas estão passando por Joinville, segundo a Confederação Brasileira de Tênis de Mesa. A competição nacional está acontecendo na cidade desde o dia 4 de dezembro e segue até o domingo (12), com estrutura montada no Centreventos Cau Hansen e o Expocentro Edmundo Doubrawa.

Catarinense também brilham em outras categorias

A decisão do pré-mirim feminino foi recheada de rivalidade. De um lado da mesa, Tainara Heidrich, representando Pouso Redondo (SC). Do outro Luiza Fontanive, do Rio do Oeste (SC), que conquistou a medalha de ouro ao vencer por 3 sets a 0 (11/7, 11/6 e 11/4). No masculino, Gustavo Alencar levará para Toledo (PR) a medalha dourada. Logo em sua primeira participação em Campeonatos Brasileiros venceu a Gabriel Coelho, de Rio do Sul (SC), por 3 sets a 1 (11/5, 11/6, 12/10 e 11/3).

Na categoria mirim masculino, Felipe Lara foi o campeão. Na final, o curitibano não deu chances a Vicenzo Nakashima, de São Caetano do Sul (SP), triunfando por 3 sets a 0 (11/7, 11/4 e 11/8). No feminino, Abigail Araújo e Mahayla Sarda protagonizaram a decisão mais batalhada do dia. Depois de cinco sets, Abigail enfim conseguiu sobrepor Mahayla por 3 a 2, conquistando seu primeiro título brasileiro defendendo a camisa de São Caetano do Sul (SP).

Fechando a programação de jogos, Eduardo Fragoso (Joaçaba/SC) e Richard Pinheiro (Santos/SP) decidiram a medalha de ouro da categoria juvenil masculino. Melhor para o paulista Richard, campeão brasileiro no Absoluto A em 2020, que por 3 sets a 0 (11/8, 12/10 e 11/3) sagrou-se vencedor no juvenil.

Colunistas