nsc

publicidade

Clima

Em duas horas, Joinville registra chuva esperada para 15 dias

Segundo a Defesa Civil, houve acúmulo de 90 milímetros de chuva entre 20 e 22 horas 

05/04/2018 - 06h37 - Atualizada em: 21/06/2019 - 22h18

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

A Defesa Civil realiza na manhã desta quinta-feira vistorias para avaliar os estragos causados pelo temporal que caiu na noite de quarta-feira em Joinville. Segundo relatório do órgão, os alagamentos atingiram 19 bairros. As áreas que apresentaram maiores restrições no trânsito devido ao acúmulo de água nas vias foram as regiões central e Norte.

Conforme o monitoramento pluviométrico registrado na estação localizada na região Norte da cidade, houve o acúmulo de 90 milímetros de chuva, entre as 20 e 22 horas de quarta-feira. O volume representa o período de 15 dias de chuva para o mês de abril, em apenas duas horas de precipitação.

A Defesa Civil registrou três quedas de muros em propriedade particular, sem atingir residências e um deslizamento de terra. Também houve quedas de árvores em algumas vias, principalmente no Centro, Atiradores (Marquês de Olinda) e América (rua Jaraguá do Sul). Equipes da Secretaria da Agricultura e do Meio Ambiente, com apoio do Corpo de Bombeiros trabalham para a retirada desta vegetação.

Equipes das Subprefeituras Regionais também realizam limpezas das vias nas áreas mais atingidas. A maior concentração dos trabalhos está na região central da cidade.

(Foto: )

Serviços fechados

Em razão do forte temporal, alguns equipamentos culturais da cidade permanecerão fechados ao público nesta quinta-feira. O Museu Arqueológico de Sambaqui cancelou as visitas escolares agendadas até a sexta-feira. Nesta quinta, o equipamento estará fechado para limpeza e retirada da água que entrou em todos os ambientes do prédio. Não houve danos no acervo, tampouco na parte estrutural do museu.

O Arquivo Histórico também não abrirá ao público nesta quinta-feira. Uma parede externa do prédio caiu e uma das lâminas de vidro da fachada foi danificada. As providências iniciais já foram tomadas, com a retirada de entulho e colocação de tapume nas áreas avariadas.

A Casa Krüger, localizada em Pirabeiraba, também estará fechada por causa dos alagamentos causados pelo temporal. A estrutura não terá atendimento até domingo para limpeza e recuperação. As atividade retornam na próxima semana.

Regiões afetadas pelo temporal:

Distrito de Pirabeiraba

Zona Industrial Norte

Vila Nova

Costa e Silva

Santo Antônio

Bom Retiro

América

Saguaçu

Glória

Bucarein

Atiradores

Anita Garibaldi

Centro

Itaum

Paranaguamirim

Fátima

Iririú

Floresta

Jarivatuba

Recomendações

Na ocorrência nesse tipo de evento, a Defesa Civil recomenda que as pessoas protejam-se em locais abrigados, longe de placas, árvores, postes de energia e de objetos que podem ser arremessados.

Se não encontrar um abrigo, agache-se com os pés juntos, com a cabeça encostada em seu peito ou entre os joelhos e as mãos cobrindo suas orelhas ou apoiadas em seus joelhos.

Se estiver em casa ou qualquer outro local abrigado, desligue os aparelhos eletrônicos, não use o telefone, fique longe das janelas e lembre-se, o banheiro em alvenaria é o melhor local durante uma tempestade.

Evitar também contato com as águas e não dirigir em lugares alagados. Evitar transitar em pontilhões e pontes submersas e cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.

Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, através do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros no número 193.

(Foto: )

Deixe seu comentário:

publicidade