nsc
an

publicidade

Segurança

Em sete meses, 50 pessoas foram presas por tráfico de drogas em Barra Velha

Polícia Civil realizou operação para desarticular quadrilha que atuava na região, entre outras ações no período

26/07/2018 - 15h58 - Atualizada em: 26/07/2018 - 16h54

Compartilhe

Por Redação NSC
Além de entorpecentes, foram apreendidas armas e munições
Além de entorpecentes, foram apreendidas armas e munições
(Foto: )

A Polícia Civil de Barra Velha, no Litoral Norte de SC, anunciou nesta quinta-feira um balanço do primeiro semestre de 2018, com a desarticulação de uma quadrilha especializada em tráfico de entorpecentes entre as ações do período. Os trabalhos foram coordenados pelos delegados Savério Sarubbi e Procópio Batista da Silveira Neto.

A Polícia Civil informou que foram realizadas prisões de 50 pessoas pela prática do crime de tráfico de drogas, que foram apreendidas sete armas de fogo, cerca de meia tonelada de maconha e aproximadamente 3 quilos de cocaína. Ainda houve prisões por cumprimento de mandados, totalizando 64 presos pela equipe da polícia da Comarca de Barra Velha, somente nos últimos 6 meses.

Segundo a Polícia Civil, houve um aumento em 60% das prisões por tráfico de drogas em comparação ao primeiro semestre do ano passado e uma redução de cerca de 48% dos crimes de roubos, também comparando com o primeiro semestre do ano anterior.

Nos últimos dois meses, nove pessoas que fariam parte da mesma quadrilha foram presas. Havia uma investigação do Setor de Investigações Criminais da Polícia Civil monitorando os membros da quadrilha. No início de junho, três homens foram presos em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Na ocasião, foram encontrados com eles dez tabletes de substâncias análogas a maconha. uma balança de precisão, cinco porções grandes de substâncias análogas a maconha e uma faca com cabo branco com resquícios de maconha.

Em 16 de junho, dois homens foram presos com um revólver Taurus calibre .357, cerca de 1,2 quilos de maconha e 290 gramas de cocaína. Em 18 de julho, três pessoas foram presas em Balneário Piçarras com 352 tabletes de maconha, cerca de 800 munições de diversos calibres e balanças de precisão. Em 23 de julho, um homem foi preso com 221 tabletes de maconha, balanças de precisão e 40 munições de calibre .40.

Deixe seu comentário:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade