nsc
an

Futsal

Embalada na Liga Nacional, Krona entra confiante na segunda fase da competição

Com uma sequência de oito jogos sem derrota, time joinvilense se classificou na 10ª posição

25/06/2015 - 10h32

Compartilhe

Por Redação NSC
Finalista com a Krona em 2007, Vander Iacovino tenta repetir o sucesso na equipe
Finalista com a Krona em 2007, Vander Iacovino tenta repetir o sucesso na equipe
(Foto: )

Foi uma campanha de altos e baixos. Mas, felizmente para a Krona, os bons momentos aconteceram em um momento importante de Liga Nacional de Futsal, o que deixa o time joinvilense confiante para a disputa da segunda fase do torneio. Classificada na 10ª colocação, a equipe enfrenta outros seis clubes a partir de julho. Dos sete, apenas quatro avançam para as quartas de final.

:: Leia mais notícias sobre a Krona

Acostumado a figurar no topo da tabela, o Tricolor demorou a engrenar na competição em 2015. Na reta inicial, chegou a preocupar a torcida, já que passou diversas rodadas fora da zona de classificação. Mas, com o tempo, a situação foi voltando aos trilhos e, com uma boa arrancada, o time joinvilense chega forte para a próxima fase. Nas últimas oito partidas, foram quatro vitórias e quatro empates, que incluem um empate fora de casa com o Carlos Barbosa - apontado como um dos favoritos para esta edição - e uma goleada por 5 a 0 sobre o Brasil Kirin - o atual campeão.

Entre os adversários da próxima fase, dois inspiram grande respeito. A Intelli terminou a primeira fase na primeira colocação, com apenas duas derrotas. O outro é o Jaraguá Futsal, adversário que tem levado a melhor nos últimos clássicos. Além deles, a Krona enfrenta o Guarapuava-PR - equipe que teve um bom começo de Liga -, os paulistas São Paulo e São José e a gaúcha Alaf/Lajeado.

A estreia da Krona será contra o time do Rio Grande do Sul, em data que será confirmada em uma reunião a ser realizada em 2 de julho, em Curitiba. O primeiro jogo do time joinvilense diante de sua torcida será contra o Jaraguá Futsal. Até lá, a equipe precisará encontrar uma casa nova para jogar. Com a realização do Festival de Dança em Joinville, o time não poderá atuar no Centreventos. A diretoria do clube está negociando e o ginásio do Sesc aparece como a principal opção.

Entrevista | Vander Iacovino, técnico da Krona ?

AN - Como você avalia a dificuldade do grupo da Krona?

Vander Iacovino - A gente já jogou contra todas as outras equipes e sabe o que vai enfrentar. Temos monitorado esses times, então sabemos das dificuldade que teremos pela frente. As duas chaves são bastante equilibradas. Lógico que algumas equipes já vem com um bom trabalho há algum tempo e isso dá uma vantagem, como é o caso da Intelli, do Corinthians, do Brasil Kirin, do Carlos Barbosa e do próprio Jaraguá. Mas esta segunda fase é um pouco diferente. A gente vê boas perspectivas da melhora da nossa equipe e isso nos ajuda. Lógico que existem equipes que são favoritas pelo que fizeram na primeira fase, mas a nossa busca é por melhorar, para chegar bem neste momento.

AN - A Krona vem de uma sequência de oito jogos sem derrota na Liga. Isso motiva o time pra segunda fase?

Vander Iacovino - Por mais que a gente sempre fale que a primeira fase é de avaliação, é lógico que para a gente é importante. Quanto mais rápido encaixa o time, os resultados vêm. Os últimos jogos têm mostrado para nós o quanto melhoramos e o quanto somos capazes de melhorar ainda mais. Nosso objetivo é passar da segunda fase entre os quatro. Com certeza, essa sequência serve de motivação e nos dá um alento e uma boa perspectiva para o futuro.

AN - Analisando o retrospecto da Krona contra os outros times do grupo A, os números não são bons. Isso é levado em consideração ou o pensamento é de que está começando uma competição nova?

Vander Iacovino - A gente analisa todos os jogos, mas é uma análise mais minuciosa. Tivemos oportunidade de ganhar outros jogos em casa e empatamos no detalhe, como foi contra a Alaf. Contra o Jaraguá, foi um jogo de igual para igual. Contra a Intelli, não foi uma boa partida. Observar essa pontuação (contra os outros times) é importante, mas tem que servir para analisar os erros que foram cometidos dentro da partida. Nesse momento, a gente utiliza de todos os mecanismos parar analisarmos as possibilidades e nos prepararmos melhor.

Confira o retrospecto das equipes do grupo A nos jogos em que se enfrentaram na primeira fase

Jaraguá Futsal

Jaraguá 3 x 2 Krona

Jaraguá 3 x 2 Guarapuava

Jaraguá 1 x 1 Intelli

Jaraguá 3 x 2 Alaf

Jaraguá 4 x 2 São Paulo

Jaraguá 0 x 1 São José

Balanço: 13 pontos, com quatro vitórias, um empate e uma derrota.

Intelli-SP

Jaraguá 1 x 1 Intelli

Krona 1 x 4 Intelli

Intelli 2 x 4 Guarapuava

Alaf 1 x 1 Intelli

São José 1 x 2 Intelli

Intelli 5 x 1 São Paulo

Balanço: 11 pontos, com três vitórias, dois empates e uma derrota.

São José-SP

São José 2 x 0 São Paulo

Alaf 1 x 1 São José

São José 3 x 0 Guarapuava

São José 1 x 2 Intelli

Krona 3 x 2 São José

Jaraguá 0 x 1 São José

Balanço: 10 pontos, com três vitórias, um empate e duas derrotas.

Alaf-RS

Alaf 6 x 2 São Paulo

Alaf 1 x 1 São José

Jaraguá 3 x 2 Alaf

Krona 2 x 2 Alaf

Alaf 1 x 1 Intelli

Guarapuava 3 x 6 Alaf

Balanço: 9 pontos, com duas vitórias, três empates e uma derrota.

Krona

Jaraguá 3 x 2 Krona

Guarapuava 4 x 0 Krona

Krona 1 x 4 Intelli

Krona 2 x 2 Alaf

Krona 3 x 1 São Paulo

Krona 3 x 2 São José

Balanço: 7 pontos, com duas vitórias, um empate e três derrotas.

Guarapuava-PR

Jaraguá 3 x 2 Guarapuava

Guarapuava 4 x 0 Krona

Intelli 2 x 4 Guarapuava

São José 3 x 0 Guarapuava

Guarapuava 3 x 6 Alaf

São Paulo 2 x 1 Guarapuava

Balanço: 6 pontos, com duas vitórias e quatro derrotas.

São Paulo

São José 2 x 0 São Paulo

Alaf 6 x 2 São Paulo

Krona 3 x 1 São Paulo

Jaraguá 4 x 2 São Paulo

São Paulo 2 x 1 Guarapuava

Intelli 5 x 1 São Paulo

Balanço: 3 pontos, com uma vitória. ??

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Esportes

Colunistas