nsc

publicidade

Duplo Homicídio

"Era um pai que todo mundo gostaria de ter", diz amigo após morte de pai e filha em São Bento do Sul

Filho do idoso é o principal suspeito de cometer o crime na noite de terça-feira, 18

19/09/2018 - 16h47 - Atualizada em: 19/09/2018 - 18h26

Compartilhe

Por Redação NSC
Parentes e amigos se reuniram para se despedirem de Osmar Unisesky e Franciele Jelinski
Parentes e amigos se reuniram para se despedirem de Osmar Unisesky e Franciele Jelinski
(Foto: )

Os velórios de Osmar e Francielle, mortos na terça-feira, aconteceram no mesmo local durante a tarde e noite desta quarta-feira, 19. A família das duas vítimas dividiram a Capela Mortuária São Bento, em São Bento do Sul, para dar o último adeus ao pai e à filha.

Entre os familiares, estava Raul Unisesky, 63 anos. Ele contou que o irmão mais novo, morto a tiros supostamente pelo filho, nasceu em Campo Alegre e foi sozinho para São Bento do Sul aos 19 anos para trabalhar. Emocionado, ele descreveu Osmar como amigo e parceiro.

— Todo mundo sabia que ele era uma boa pessoa. Poderia perguntar até para um estranho que ele ia te dizer isso — disse.

Raul disse que o irmão falava sobre dois dos três filhos não gostarem de Francielle. De acordo com ele, Osmar ficava triste por ter ajudado tanto os filhos, dado estudo e casa para todos morarem, para depois eles não conseguirem aceitar a presença de outra irmã.

Um amigo de Osmar, que não quis se identificar, conhece a família há 22 anos. Ele descreveu o amigo como um homem trabalhador, guerreiro e batalhador. Segundo ele, logo após descobrir da existência da filha, o homem quis assumir a paternidade.

— Ele era como um pai para a gente. Era um pai que todo mundo gostaria de ter — definiu.

Tios de Francielle lamentam os crimes, que afetaram três famílias
Tios de Francielle lamentam os crimes, que afetaram três famílias
(Foto: )

Familiares de Francielle também compareceram ao velório. A tia Jaci Deneide Lada Jelinski, 54 anos, viajou de Mafra até São Bento do Sul para se despedir da sobrinha. Ela disse que a mãe da jovem estava muito abalada com a perda. Segundo ela, todos estavam tristes pelo crime, que destruiu as famílias do pai e da filha.

— A Francielle era uma menina jovem cheia de alegria. Depois que ela descobriu o pai, ele se tornou tudo para ela — contou.

O sepultamento de pai e filha acontecerá no Cemitério de Postema, em Campo Alegre. Os corpos sairão de São Bento do Sul às 8h30 e serão sepultados às 10 horas desta quinta-feira.

Leia mais:

VÍDEO: Imagens mostram homem deixando o local do crime após morte de pai e irmã em São Bento do Sul

Deixe seu comentário:

publicidade