nsc

publicidade

Educação

Escola Senador Carlos Gomes de Oliveira, de Joinville, lança projeto de incentivo à leitura

Ideias como esta reforçam a proposta do 2º Prêmio RBS de Educação, de reconhecer o incentivo à leitura

27/06/2014 - 18h13

Compartilhe

Por Redação NSC
Teatro deu início ao projeto de incentivo à leitura deste ano
Teatro deu início ao projeto de incentivo à leitura deste ano
(Foto: )

Uma princesa, uma bruxa e um príncipe. Esses eram os personagens da peça teatral "O príncipe desencantado" que abriu o lançamento da edição 2014 do Projeto "Vai e Vem da Leitura" na Escola Municipal Senador Carlos Gomes de Oliveira, do bairro Aventureiro, em Joinville. Mas os protagonistas dessa história são os próprios alunos.

Tradicional na escola, o projeto é realizado pelos professores e equipe pedagógica e administrativa para proporcionar acesso à leitura do aluno e de sua família. Os alunos estavam ansiosos para iniciar o projeto deste ano e levar para casa a sacola com livros inéditos especialmente comprados e que não fazem parte do acervo da biblioteca.

Os estudantes da 1ª a 5ª séries participam do revezamento de leituras. Cada turma tem sua bolsa de livro e diário de bordo. Ao todo, são 16 títulos infantis e infanto-juvenis. A escola investe nessa iniciativa e começa a organizar cantos de leitura com estantes de livros em todas as salas.

- O projeto foi a alavanca para começar a introduzir a leitura para os estudantes com a participação da família - explica a professora Janete Doerner, responsável pelas atividades complementares.

Dia sim, dia não, as crianças levam o livro para terem tempo de lerem em casa. A maioria das turmas trabalha com sorteios para decidir a ordem das leituras, mas a professora Justina de Almeida, da 4ª série B, prefere outra forma.

- A gente faz o sorteio do primeiro aluno e depois eles escolhem para quem querem passar a leitura - destacou a educadora.

Segundo ela, a tarefa de escrever as principais impressões sobre o livro no diário estimula o interesse pela leitura dos pais e dos alunos.

Iniciativas de mediação de leitura podem ser inscritas no 2º Prêmio RBS de Educação - Para Entender o Mundo, que visa a promover as iniciativas bem-sucedidas de educadores, professores e estudantes com o tema. As inscrições vão até 18 de julho. A premiação é realizada pelo Grupo RBS e pela Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho, com apoio do Cenpec. As inscrições são online.

Como participar

- Inscreva-se no premiorbsdeeducacao.com.br até 18 de julho. Você tem até 11 de agosto para enviar o relato do projeto.

- São três categorias de premiação: Escola Pública, Escola Privada e Jovens Protagonistas. Nesta edição, não haverá a categoria Projeto Comunitário.

- Podem participar professores de todas as disciplinas e educadores em geral, como gestores e bibliotecários, desde que atuem na educação básica.

- Na categoria Jovens Protagonistas, poderão se inscrever estudantes entre 14 e 24 anos vinculados a uma instituição de ensino. Serão aceitos trabalhos individuais ou em grupos de até cinco pessoas.

- Uma comissão julgadora irá selecionar os 16 projetos finalistas. Do total, serão escolhidos quatro vencedores (dois em SC e dois no RS) nas categorias Escola Pública e Escola Privada.

- Outros seis ganhadores (três em SC e três no RS) serão escolhidos pelo júri Popular, nas três categorias do prêmio. A partir do dia 3 de novembro, você poderá votar no seu preferido e ajudar a eleger os vencedores.

DATAS

INSCRIÇÕES: 23/4 a 18/7

ENVIO DO RELATO: até 11/8

DIVULGAÇÃO DOS FINALISTAS: 28/8

JÚRI POPULAR: 3/11 a 21/11

PREMIAÇÃO: 21/11

Deixe seu comentário:

publicidade