nsc
nsc

Começa a festa

Escolas de samba de Florianópolis definem sambas-enredo para Carnaval 2016

Próximas etapas, em outubro, são de pré-produção e gravação do CD com as músicas no Centro Multiuso, em São José

27/09/2015 - 19h24 - Atualizada em: 28/09/2015 - 04h29

Compartilhe

Por Redação NSC
O carnaval já começou em Florianópolis
O carnaval já começou em Florianópolis
(Foto: )

Deu samba no fim de semana de chuva na Grande Florianópolis. O clima foi de final dos concursos de samba-enredo nas quadras das escolas de samba. Os Protegidos da Princesa, Dascuia, Coloninha, Embaixada Copa Lord, Nação Guarani e União da Ilha da Magia, do Grupo Especial, definiram seus hinos para o Carnaval 2016.

O início da tarde do último sábado, 26, foi animado na passarela Nego Quirido com a decisão do samba da bicampeã Os Protegidos da Princesa. Três composições disputaram a final. A parceria vencedora foi a de Bira Pernilongo, Conrado de Aguiar Laurindo, Fred Inspiração, Ricardo Abraham e Willian Tadeu. A escola vai homenagear a Rússia: "Primaveras Russas - Uma história ao mundo em partituras para o carnaval 2016", de William Tadeu.

A Embaixada Copa Lord decidiu sua composição às 17h de sábado no Clube Primeiro de Junho, em São José, a partir de cinco músicas na disputa. "Eu sou da mais querida, não posso negar! Vou com a Copa Lord festejar pelo Brasil a festejar" é o enredo da escola. O samba escolhido para representar a escola no Carnaval 2016 foi uma fusão entre os sambas 3 e 4 devido a um empate. "A decisão da Escola pela junção dos dois sambas está amparada por uma prerrogativa, claramente, expressa no edital do concurso", disseram os representantes no Facebook. A versão final será apresentada na semana que vem pela escola.

A roda de samba especial com a Dascuia, marcada para às 11h de domingo, no Clube Horizonte, também garantiu a apresentação do samba da agremiação para o Carnaval 2016. A escola não participou de concurso aberto. O samba é de autoria de Dudu Cadência, Mará de Nilópolis, Ricardo Ferreira e Casinha. O enredo da agremiação do Novo Horizonte é "A tradição do vinho na força de um povo: isso é Santa Catarina".

A Unidos da Coloninha abriu as portas da sua quadra também no domingo para a decisão com quatro sambas às 16h. "Desejos" é a história que a escola vai contar na avenida, e o vencedor foi o samba 9, uma parceria de Edinho Love, Patcho, Vicente Marinheiro, Luizinho Boa Praça e Luizinho.

Após reunião da comissão julgadora às 18h30min de domingo, a atual vice-campeã do Grupo Especial União da Ilha da Magia também apresentou seu samba-enredo. "É ela, é ela" foi a canção vencedora para a comissão entre os quatro samba finalistas. A agremiação vai abordar a história do Haiti: Haiti: A pérola das Antilhas - O país mais africano das Américas.

A estreante no Grupo Especial Nação Guarani já havia definido o samba-enredo no início do mês. Cesinha, Macha, Ricardo Martins, Nando do Cavaco, Diley Machado, Guilherme Cecília e André Filosofia assinam a composição vencedora interpretada por Renê Sobral. No total, seis canções disputavam. "Da Pré-História Antiga... O caminho da Comunicação" será o tema da Nação Guarani na passarela.

Acompanhe as últimas notícias da Grande Florianópolis

Próxima etapa

No próximo fim de semana, haverá a pré-produção do CD com os sambas-enredo das escolas do Grupo Especial de Florianópolis. Dentro de quinze dias acontece a gravação do disco com as músicas no Centro Multiuso em São José.

Colunistas