nsc
an

Bernt Entschev

Especialista explica como conciliar carreira e qualidade de vida

É importante que haja equilíbrio entre trabalho e vida pessoal, para que haja qualidade de vida

16/12/2014 - 16h20

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

Hoje em dia é muito comum ver pessoas completamente mergulhadas no trabalho, pessoas que não desligam nem mesmo em feriados, finais de semana ou férias. Conhecidos como "workaholics", esses profissionais têm se tornado cada vez mais comuns, no entanto este modelo está longe de ser o ideal.

É importante que haja um equilíbrio entre trabalho e vida pessoal, para que haja qualidade de vida. Mas, como fazer isto?

Definindo objetivos

O primeiro passo para, ao menos, almejar o equilíbrio necessário para uma vida saudável no que se refere a vida pessoal e carreira é ter em mente de forma clara quais são os seus objetivos em cada um dos âmbitos. Ou seja, qualquer plano pessoal deve estar dentro de seus objetivos, para que seja possível conciliar com a sua vida profissional. Do mesmo modo, os seus objetivos de carreira devem estar planejados. Quando você é ciente de tudo o que deseja fazer, fica mais fácil se dedicar a cada uma das metas e fica mais fácil alcançá-las.

Definindo prioridades

Algo muito recorrente na atualidade é a existência de profissionais que almejam um crescimento muito rápido na carreira, seja por ambição profissional ou financeira. No entanto, é sabido que qualquer crescimento muito rápido não é bem estruturado, e envolve muitas renúncias, que, por sua vez, frequentemente não valem a pena.

Portanto, um dia de cada vez, defina prioridades, estude sua evolução profissional de forma realista e não abra mão da vida particular em virtude disto. Ambos os aspectos da vida, profissional e pessoal, são importantes para a nossa evolução e para a nossa felicidade, e por isto precisam estar em equilíbrio.

Como elaborar um plano anual de metas?

O primeiro passo é ser honesto e realista consigo mesmo. Foque em metas possíveis e lembre-se que cada degrau subido é importante e que não adianta ter muita pressa. Defina o que é importante para você e divida de forma igual as atenções entre vida pessoal e carreira.

Após definir o que quer conseguir durante o ano, estipule prazos e destrinche os passos necessários para que cada objetivo seja atingido, desta forma você terá uma ideia sólida de quanto tempo precisará para realizar cada meta, e também poderá se cobrar e se organizar melhor até mesmo quanto a imprevistos.

Se antes o trabalho era apenas a fonte de renda, hoje ele é uma parte importante, e muitas vezes a parte principal, da vida das pessoas. É claro que a vida profissional é algo extremamente relevante, e priorizá-la é válido até certo ponto, desde que outros aspectos não sejam esquecidos por completo em virtude dela.

Colunistas