nsc

publicidade

Golpe

Estelionatários usam nome da Celesc para cobrar até R$ 5 mil de consumidores da empresa

Abordagem é por telefone e apresenta informações verossímeis para convencer as vítimas

17/10/2019 - 12h03 - Atualizada em: 17/10/2019 - 15h09

Compartilhe

Felipe
Por Felipe Reis
Golpistas abordam clientes por telefone e cobram valores para não cortar luz
(Foto: )

Clientes das Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) têm sido abordados por golpistas em várias regiões do Estado. No roteiro, duas linhas de argumentação: a necessidade de pagamento de uma multa por conta de um defeito no medidor ou uma determinação da Justiça Federal que pode culminar na suspensão do fornecimento de energia. Ambas as histórias são falsas.

Os valores exigidos são altos e há relatos de quem foi "intimado" a pagar R$ 5 mil para não ter a energia cortada - ainda que caso o valor não fosse pago, nada aconteceria de fato. Segundo o chefe da Divisão Comercial e Administrativa da unidade Mafra (SC) da empresa, Maurício César de Oliveira, a história é construída de modo a induzir o consumidor ao erro.

— Eles passam números de protocolo e até telefones para onde o cliente pode ligar para "validar" a história. E quando ligam, eles são atendidos por golpistas que se identificam como sendo da Celesc — explica.

A companhia reforça que esse tipo de prática é uma tentativa de golpe pois a companhia não faz cobranças dos consumidores via boleto.

— Quando cobramos valores, fazemos via fatura de energia elétrica — diz Oliveira.

A orientação é que em caso de suspeita de fraude, o cliente entre em contato com a companhia por meio dos telefones 0800-48-0120 para assuntos comerciais e 0800-48-0196 para emergências. Há ainda canais de atendimento pela internet, como a Agência Web no site da Celesc.

Ouça a entrevista:

Leia as últimas notícias do NSC Total

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC

Deixe seu comentário:

publicidade