nsc

publicidade

1ª edição

Estreia do 'Copão Kurt Meinert' para mulheres marca nova fase do futebol feminino em Joinville

Tradicional campeonato amador joinvilense será disputado pela primeira vez por 11 equipes femininas. Estreia aconteceu neste domingo, 18, na Arena Joinville

18/08/2019 - 19h42

Compartilhe

Cláudia
Por Cláudia Morriesen
1ª edição do Copão Kurt Meinert Feminino começou neste domingo
1ª edição do Copão Kurt Meinert Feminino começou neste domingo
(Foto: )

Um momento histórico no esporte joinvilense ocorreu na manhã de ontem, quando ocorreu a cerimônia de abertura do 1º Copão Feminino Kurt Meinert de Futebol Amador. O campeonato de futebol masculino já é tradicional na cidade - em maio, começou sua 42ª edição -, mas foi apenas em junho deste ano que a Secretaria de Esportes de Joinville (Sesporte) considerou ter demanda suficiente para iniciar torneios da categoria femina. De acordo com a Sesporte, no ano passado, as inscrições foram abertas, mas a baixa procura pelos times fez com que as competições não acontecessem.

Para Greice dos Santos, 21 anos, a dificuldade de conseguir quórum para jogar futebol entre mulheres é velha conhecida: quando ela tinha 12 anos e começou a jogar futebol na escola em que estudava, em Jaraguá do Sul, já era difícil montar dois times que pudessem disputar entre si.

- Tinha meninas que sabiam e queriam jogar, e aquelas que jogavam por obrigação. Elas até sabiam jogar, mas sofriam pressão dos meninos que ficavam dizendo que nosso jogo era ruim. Acho que as mulheres sempre recuaram na hora de investir no futebol porque, no Brasil, o esporte "oficial" é o futebol, mas só o masculino - avalia ela.

A jovem acredita que as redes sociais ajudaram a fazer circular informações que quebram esse preconceito contra o futebol masculino. Isso, e o destaque maior que a Copa do Mundo de Futebol Feminino recebeu neste ano, garantiram que Joinville finalmente tivesse um grande campeonato organizado. Ela faz parte do time Unidas do Itinga, que abre o torneio em um jogo contra o Audax/BKS Bebidas/Transporte Daniel.

- É uma grande honra estar no jogo de estreia, porque será um momento histórico - avalia Greice.

A presidente do time Damas da Bola, Patricia de Borba, 32 anos, espera que a criação da categoria feminina no Copão Kurt Meinert incentive outras jogadoras, especialmente crianças e adolescentes, a valorizarem este esporte. Ela guarda algumas das melhores lembranças da sua vida do tempo em que o Moleque Bom de Bola, famoso campeonato escolar de futebol, abriu para equipes femininas. Com isso, o time que treinava na Escola de Educação Básica Prof. Juracy Maria Brosig, na zona Sul de Joinville, pode participar - e foi campeão municipal.

- Meu time era muito bom, nós éramos respeitadas na escola. E, quando jogávamos contra os meninos, metíamos bola neles - recorda ela, que passou cerca de uma década sem jogar até voltar a treinar.

Abertura do Copão Kurt Meinert Feminino
Abertura do Copão Kurt Meinert Feminino
(Foto: )

Paixão por jogar

Da mesma forma que ocorre com o futebol masculino, os 11 times que integrarão o Primeiro Copão Feminino Kurt Meinert de Futebol Amador tem em comum o fato de ter atletas que, durante a semana, assumem outras profissões e responsabilidades. O tempo tirado para preparo físico e treino é conquistado pela paixão pelo esporte. No caso de Patrícia, ela está exposta na pele, em uma tatuagem na panturrilha com o símbolo do time. É o que faz também com que dediquem esforço e recebam muitos "nãos" enquanto correm atrás de patrocínio.

- É difícil conseguir até R$ 50. A gente sabe de comerciantes e empresários que investem pesado no masculino, mas sempre tivemos dificuldade até para pagar inscrições em torneios. Agora, para o Copão, ficou mais fácil. Mesmo assim, dedico "25 horas" do meu dia para o time. Poder jogar futebol é a realização de um grande sonho - afirma ela, que trabalha como professora de educação infantil.

Copão de 2019 tem 11 equipes

Assim como o jogo de abertura, todas as rodadas serão realizadas aos domingos. A competição tem duas chaves: chave A, com seis times, e chave B com cinco. Serão 31 jogos até a grande final. Dentro de cada chave, os times se enfrentam entre si, em rodadas que acontecerão sempre aos domingos pela manhã.

Ao fim da fase de grupos, os três melhores times de cada chave permanecem na competição. Os dois primeiros colocados já estão garantidos nas semifinais. O segundo colocado de cada chave enfrenta o terceiro colocado da chave oposta. Os vencedores desta rodada vão enfrentar os primeiros colocados de cada chave, pelas semifinais. Os ganhadores das semifinais disputarão o título de campeão e os demais definem a terceira e quarta colocação. As equipes campeãs receberão troféus e medalhas como premiação.

Goleada de 12 a 0 abriu o campeonato amador feminino de Joinville
Goleada de 12 a 0 abriu o campeonato amador feminino de Joinville
(Foto: )

Estreia do campeonato

Quando as atletas que disputam o 1º Copão Feminino Kurt Meinert entraram em campo pela primeira vez neste domingo, 18, a torcida as recebeu em meio a aplausos e admiração. O jogo histórico que marcou o novo momento do futebol feminino joinvilense teve início logo após a cerimônia de abertura do campeonato, às 9 horas, na Arena Joinville, e contou com os times Audax/BKS Bebidas/Transporte Daniel e Unidas do Itinga. Em campo, a equipe Audax goleou as adversárias por 12 a 0, impondo um recorde a ser batido pelas demais equipes ao longo da competição.

Leia Também:

Juventus de Jaraguá é superado na última rodada e não avança para a Série A do Catarinense

Deixe seu comentário:

publicidade