nsc
santa

Dinheiro entrando

Everton Siemann: Engajamento que rende frutos ao Metrô

26/05/2016 - 10h19

Compartilhe

Por Redação NSC

Pedro Nascimento assumiu a presidência do Metropolitano na segunda-feira. A eleição dele marca o início de um novo capítulo na jovem história do clube de 14 anos e já rende bons frutos. Nome endossado pelo empresariado da cidade, Nascimento representa o momento de engajamento. E o resultado desse trabalho repercute financeiramente, em poucos dias de trabalho.

A coluna antecipou na terça-feira a nova campanha comercial que o clube vem trabalhando, denominada "Metrô 100", que busca novos parceiros. Num universo de 17 mil CNPJs, o objetivo da diretoria é reunir 100 empresas dispostas a investir R$ 1 mil por mês. E até ontem à noite, pelo que apurei, 20 cotas já haviam sido vendidas e outras sete estão em negociação.

Resultado a se comemorar. O momento do Verdão é de reconstrução e atingir a meta do plano é fundamental para viabilizar o clube financeiramente. É como no ditado popular, de grão em grão a galinha enche o papo.

Vistoria adiada

Ficou para a próxima semana as vistorias restantes no Estádio do Sesi para liberá-lo para o uso do Metrô na Série D do Brasileiro. A visita da comissão da PM prevista para ontem foi remarcada para 2 de junho. Antes, na segunda-feira será a vez da Vigilância Sanitária avaliar a estrutura no Vorstadt. Ao menos um ofício já está garantido. O laudo de engenharia do estádio é válido até novembro e não precisará ser revalidado.

Colunistas