nsc

publicidade

Homicídio

Ex-comandante da PM é encontrado morto em Florianópolis 

Crime aconteceu na tarde desta quarta-feira (22) no apartamento da vítima no bairro Estreito

22/05/2019 - 20h20 - Atualizada em: 22/05/2019 - 22h13

Compartilhe

Por Guilherme Simon
Polícia
Coronel Ribeiro, como era conhecido, foi comandante do 21º Batalhão da PM, no Norte da Ilha
(Foto: )

O coronel da Polícia Militar (PM) Sílvio Gomes Ribeiro, 54 anos, foi encontrado morto na tarde desta quarta-feira (22) dentro de seu apartamento no bairro Estreito, em Florianópolis. O caso é tratado como homicídio.

Sílvio é ex-comandante do 21º Batalhão de Polícia Militar, no Norte da Ilha, e atualmente estava na reserva.

Segundo fontes da PM, a esposa do ex-comandante é suspeita de cometer o crime. Ela foi conduzida por policiais para prestar depoimento na Central de Plantão Policial (CPP) na Capital, onde teria confessado o homicídio. A delegada Salete Teixeira é a responsável pela investigação.

Ainda conforme fontes ligadas à PM, o ex-comandante apresentava um corte no pescoço e outro no pulso. Ele também teria sido atingido com um haltere (equipamento usado para exercícios físicos) na cabeça.

A assessoria do Instituto Geral de Perícias (IGP) confirmou que ele apresentava lesões na cabeça e ferimentos provocados por arma branca no pescoço e pulso.

Silvio era conhecido como Coronel Ribeiro e comandou o 21º Batalhão até 2014, onde encerrou a carreira.

Polícia Militar emite nota de pesar

No começo da noite, a Polícia Militar de Santa Catarina emitiu uma nota em que lamenta a morte do ex-comandante Sílvio Gomes Ribeiro e destaca os serviços prestados por ele à corporação.

"O coronel, pai de cinco filhos, contabilizou mais de 30 anos na PMSC. A corporação lamenta profundamente sua perda", diz trecho da nota.

Confira a nota na íntegra:

"A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) informa o falecimento do coronel Sílvio Gomes Ribeiro, da reserva remunerada.

O oficial, de 54 anos, foi encontrado morto em sua residência nesta quarta-feira, 22. Ele encerrou sua carreira à frente do 21º Batalhão de Polícia Militar, no Norte da Ilha, em Florianópolis.

O coronel, pai de cinco filhos, contabilizou mais de 30 anos na PMSC. A corporação lamenta profundamente sua perda."

Assine o NSC Total para ter acesso ilimitado ao portal, ler as edições digitais do DC, AN e Santa e aproveitar os descontos do Clube NSC. Acesse assinensc.com.br e faça sua assinatura.

Deixe seu comentário:

publicidade