publicidade

Plano frustrado

Ex-funcionário tenta assaltar banco disfarçado de idoso em Jaraguá do Sul

Suspeito quebrou a perna durante tentativa de fuga nesta segunda-feira

12/08/2019 - 16h59 - Atualizada em: 12/08/2019 - 18h49

Compartilhe

Luan
Por Luan Martendal
Máscara de silicone utilizada durante tentativa de roubo em agência bancária de Jaraguá do Sul
Máscara de silicone utilizada durante tentativa de roubo em agência bancária de Jaraguá do Sul
(Foto: )

Um homem disfarçado com uma máscara de silicone e portando uma arma de brinquedo foi preso em flagrante por tentativa de roubo a uma agência bancária em Jaraguá do Sul, no Norte de Santa Catarina. A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar no Banco do Brasil, no centro da cidade, por volta das 11 horas.

De acordo com o delegado Daniel Dias, da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Jaraguá do Sul, o fato inusitado foi descoberto porque o suspeito entrou na agência com o simulacro — fantasiado de idoso — e uma arma de plástico e se dirigiu até o gerente da agência. Neste momento ele teria anunciado o roubo e pediu para ser levado até o cofre do estabelecimento.

Segundo investigação da polícia, o autor do crime já sabia onde era o cofre, porque é ex-funcionário da agência. Ele havia deixado o emprego há cerca de um ano. O plano do homem, no entanto, deu errado.

— Ele estava sozinho e quando percebeu que não seria possível sacar o dinheiro ou levantar qualquer valor em espécie, ele entrou em desespero e durante a confusão saltou entre o 2º e o 3º andar por uma janela. Só que ele caiu e quebrou a perna e não conseguiu concretizar o roubo — afirmou o delegado.

De acordo com a DIC, machucado, o homem foi socorrido no local e levado para o hospital, onde seguia em atendimento por volta das 16h30 desta segunda-feira (12). Depois ele deve ser encaminhado para uma unidade prisional e responder pelo crime de roubo.

— Já sabemos quem ele é e ele está sob custódia policial no hospital. Quando receber alta ele será encaminhado para o presídio.

A Polícia Civil continua realizando investigações e descobriu que o suspeito havia solicitado um táxi e pediu para o motorista esperá-lo com uma bolsa. Dentro do utensílio foi encontrada uma arma, essa sim verdadeira, porém não utilizada. Testemunhas e os policiais que atenderam a ocorrência também estão sendo ouvidos para a conclusão do caso.

Confira mais notícias de Joinville e Região

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

publicidade