publicidade

Cotidiano
Navegue por

Política

Ex-prefeita de Camboriú, Luzia Coppi Mathias é presa pelo Gaeco

Prisão integra Operação Terra Prometida, deflagrada no dia 22

30/06/2017 - 08h41 - Atualizada em: 21/06/2019 - 22h46

Compartilhe

Por Redação NSC
Foto: Divulgação / Agencia RBS

A operação investiga a obtenção de vantagens por parte de políticos, em troca de emendas que beneficiaram empresários do ramo da construção civil.

Justiça prorroga prisão de seis detidos na Operação Terra Prometida

Com as novas prisões, sobe para nove o número de pessoas presas pela operação. O ex-prefeito de Ilhota, Daniel Bosi, foi liberado nesta quinta. Os empresários Gelson e Gilson Laffitte também foram soltos _ há informações, não confirmadas ainda pelo Ministério Público, de que eles teriam feito um acordo de delação.

Além deles, os ex-vereadores de Camboriú Márcio Aquiles da Silva e Carlos Alexandre Martins, o Xande (SD) também já foram solto.

Seguem detidos o vereador de Camboriú Antônio Paulo da Silva Neto, o Piteco (PR) e o ex-secretário da Fazenda de Camboriú, Sérgio Venâncio.

As prisões temporárias são utilizadas pelo Ministério Público para coleta de provas durante um inquérito. A prorrogação é de cinco dias, ao final dos quais a Justiça pode liberar os presos ou transferi-los para prisão preventiva, que não tem prazo determinado.O advogado Ruy Espíndola, que representa a ex-prefeita Luzia, não foi localizado. Não há informações sobre a defesa do ex-vereador Ribeiro.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação