nsc
dc

publicidade

Improbidade administrativa

Ex-vereador de Campo Erê é condenado a pagar R$ 244 mil em multas 

Motivo seria dispensa de licitação

16/07/2019 - 16h29

Compartilhe

Darci
Por Darci Debona
Vereador foi condenado por dispensa de licitação
Condenações foram no Fórum de Campo Erê
(Foto: )

O ex-presidente da Câmara de Vereadores de Campo Erê, Leonir Teske, que ocupava o cargo em 2014, foi condenado pela Justiça a pagar R$ 244.385,87 em multas em três processos por improbidade administrativa. Ele também foi condenado à perda do cargo público, a suspensão dos direitos políticos e a proibição de contratar com o poder público.

Num dos processos o ex-presidente foi condenado por ter comprado produtos e serviços de informática sem licitação, além de ter falsificado documento para tentar encobrir a ilegalidade e se apropriar do dinheiro da Câmara para pagamento de um fornecedor.

Outro dois casos de dispensa irregular de licitação foi referente à compra de passagens aéreas e também de produtos de limpeza e material de expediente para o legislativo. Segundo a denúncia dois supermercados eram privilegiados nas compras, que somaram R$ 11.774,28 de janeiro a agosto de 2014, cinco vezes mais do que foi gasto no mesmo período do ano seguinte.

Destas condenações, que foram em primeira instância, cabem recursos. Teske também já foi condenado em sentença definitiva por uso do veículo oficial da Câmara de Vereadores para fins particulares.

O vereador disse que vai recorrer das decisões pois fez tudo de forma legal e que as compras eram inferiores a R$ 8 mil, não sendo necessária a licitação.

- Não existe querem comprar passagem aérea por licitação, imagine isso – exemplificou o vereador. Ele disse também que vai processar algumas testemunhas que buscavam benefício próprio e, por não terem sido atendidas, acabaram inventando denúncias.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Política

publicidade

Colunistas

    publicidade

    publicidade

    publicidade