nsc

    Debate Diário

    Ex-volante do Figueirense diz que é favorável ao encerramento dos campeonatos estaduais

    Atleta diz que pensar na volta do futebol agora não seria uma medida humana

    07/05/2020 - 14h04

    Compartilhe

    Janniter
    Por Janniter de Cordes
    Zé Antônio diz que não é o momento para a volta do futebol
    Zé Antônio diz que não é o momento para a volta do futebol
    (Foto: )

    O volante Zé Antônio foi o convidado do Debate Diário desta quinta-feira (07). O ex-capitão do Figueirense falou de diversos assuntos e entre eles relembrou alguns fatos dos problemas vividos pelo clube ano passado e também falou sobre o atual momento do futebol em meio à pandemia do coronavírus. O jogador disse que concorda com o encerramento dos estaduais e que ainda não é hora do futebol voltar.

    Durante a conversa, Zé Antônio, que hoje está sem contrato após o encerramento do vínculo com o Santo André, relembrou os episódios que o clube viveu em 2019 ainda sob a gestão da Elephant que culminou com o WO na partida contra o Cuiabá no dia 20 de agosto na Arena Pantanal. O volante disse que não se arrepende das atitudes que teve naquele momento e que faria tudo novamente. “Eu não me arrependo de nada do que eu fiz e se tivesse acontecendo hoje eu faria da mesma maneira que fiz. Eu acho que a história é implacável com qualquer que seja a situação. Talvez hoje as pessoas ainda não consigam entender o que realmente aconteceu no ano de 2019 e que ocasionou o WO, mas o que a gente fez e não foi sé eu, eu era o capitão, o que tinha a obrigação de dar as informações, pois ser capitão apenas para carregar a braçadeira, não seria justo. Tudo o que eu fiz foi de cabeça fria, cabeça tranquila e pensando sempre na melhor situação para os funcionários, atletas e principalmente para clube”, disse o volante.

    O experiente atleta também se posicionou sobre o atual momento do futebol brasileiro, que ainda não tem uma previsão de volta por conta da Covid-19. Zé Antônio deixou claro que é favorável ao encerramento dos estaduais. “Se o campeonato se encerrasse hoje, na minha visão, era a melhor coisa a se fazer. Você pega hoje o campeonato de São Paulo onde está o epicentro da Covid-19 onde tem o maior número de mortes e casos confirmados. Como você volta com o futebol em um estado em uma situação como esta? Então, o que eu acho que tem que ser feito, na minha humilde opinião, é a CBF, que tem muitas condições financeiras, socorrer os clubes que tem menos condições e ajudar, pois ela teria todas as condições de ajudar financeiramente nos próximos dois, três ou quatro meses para arcar com seus compromissos”, destacou Zé Antônio.

    O volante também disse que a CBF poderia pensar em um campeonato brasileiro iniciando em julho ou agosto, mesmo que termine em 2021. “Falar em retomada dos campeonatos estaduais agora, eu não vejo como uma medida inteligente e nem uma medida humana. Se a CBF entrasse no circuito junto com as federações e amparassem os clubes, muita coisa seria resolvida”, finalizou Zé Antônio.

    Ouça o Debate Diário desta quinta-feira com a participação do volante Zé Antônio

    Colunistas