nsc
nsc

Fica a dica

Falando de Sexo: um bom beijo de língua pode mudar toda a sua vida

Colunistas Lucia Pesca e Andréa Alves respondem dúvidas de leitores

24/05/2016 - 10h06

Compartilhe

Por Redação NSC
Que tal um beijo destes de cinema?
Que tal um beijo destes de cinema?
(Foto: )

*A minha mulher vem se queixando que eu não a beijo de língua, vê se pode! Eu amo muito ela, mas, realmente, fico meio impaciente e sem vontade de ficar beijando de língua por horas. Aí conversei com os meus amigos, e eles são como eu. Defendem que as mulheres estão sempre achando uma coisa – se não beija, reclamam, se o cara quer beijar, também reclamam. O que me dizem disso, de ter que ficar beijando de língua, não acontece só no início do relacionamento?

Confira o Espaço do Trabalhador no Facebook

Acompanhe as notícias da Grande Florianópolis

Não há nada como um bom beijo, dado com calma e carinho, se deixando levar... É uma forma de nos conectarmos.Os lábios são a zona erógena mais exposta, cheia de terminações nervosas. Um simples toque pode enviar uma série de informações ao cérebro, ajudando-nos a decidir se queremos continuar com o beijo. Este entra no nosso organismo como uma flecha, fazendo com que o outro agradeça pela dopamina liberada.

Esta substância está envolvida na sensação de recompensa, podendo levar a estados de euforia, insônia e perda de apetite. Um beijo pode fazer com que nossos vasos sanguíneos se dilatem, o pulso aumente, e as bochechas fiquem coradas. As pupilas ficam maiores – por isso, muitos têm vontade de fechar os olhos.

Sinais

Algumas pesquisas norte-americanas mostram que 59% dos homens e 66% das mulheres já terminaram relacionamentos devido ao beijo. Ele é quem dá os sinais sobre o futuro de um relacionamento.Portanto, amigo, reveja sentimentos e atitudes. Converse com a sua mulher para saber o que tem por trás do pedido de um beijo caliente. Ruim seria se ela parasse de querer beijá-lo, não é mesmo?

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas