Depois de 10 dias do início das obras no binário do bairro São Vicente, em Itajaí, a falta de um cronograma oficial da prefeitura preocupa os comerciantes locais. A Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão informou que não há um documento com prazos para cada etapa da obra, mas que a intenção é cumprir os 10 meses estimados para conclusão. Já a empresa Pacopedra Pavimentadora, que venceu a licitação da obra, afirma que iria começar ontem a montagem de um cronograma, depois de avaliar melhor as demandas do local.

Continua depois da publicidade

De acordo com o coordenador técnico de planejamento da secretaria, Amarildo Madeira, a obra deve ocorrer por quadras para que o fluxo de veículos, ciclistas e pedestres não seja totalmente interrompido e não atrapalhe o comércio. O sistema binário, por exemplo, seria implantado apenas quando tudo estiver concluído.

– Vamos transferir o movimento para as ruas laterais com o auxílio da Codetran com quem já pré-traçamos um plano. Também nos reunimos com o Semasa para combinar alguns detalhes – afirma.

Segundo Madeira, apesar dos transtornos que a obra deve trazer, ela é importante, principalmente, pela redução do número de acidentes no local. Entre as melhorias, o coordenador destaca a acessibilidade para pedestres, reforma das calçadas e implantação de novas ciclovias.

Continua depois da publicidade

– Com o sistema binário queremos organizar a circulação de veículos e com isso reduzir os acidentes, que são cerca de 100 por mês no São Vicente – argumenta.

O secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão, Luiz Carlos Pissetti, também explica que a obra será feita em quatro lotes, que começarão e terminarão juntos. O primeiro é para a rua Estefano José Vanolli, o segundo para a Otávio Cesário Pereira, o terceiro vai do Parque Ecológico até a Estefano e o quarto é referente ao retorno entre as ruas Estefano e Otávio.

– Nós vamos procurar intervir e incomodar o mínimo possível, mas infelizmente vão ter alguns transtornos. Para não atrapalhar tanto na época do Natal vamos concentrar as obras na área que reúne a maior quantidade de comércios para que no fim do ano já esteja pronto – ressalta.

Continua depois da publicidade

Cronograma

O engenheiro da Pacopedra Pavimentadora, Cristian Fuchs, explica que ainda ontem os técnicos iriam analisar a obra e começar a definir os trechos e prazos do cronograma. A programação deve ser finalizada na próxima semana.

– Vamos caminhar pela via para sentir as dificuldades e montar o cronograma em cima disso, a princípio queremos fazer a obra por trechos, com uma, duas ou três quadras. Removemos o meio fio e a calçada, o Semasa faz a parte do esgoto e depois colocamos a nova calçada – conta.

Fuchs ressalta que o objetivo é causar o mínimo de transtorno para os moradores, sendo que o trânsito poderá ser liberado à noite. Inicialmente, segundo ele, a obra começa na rua Estefano, nas proximidades da Adolfo Konder, e segue em direção ao bairro.

Continua depois da publicidade

Comerciantes estão apreensivos

O coordenador do núcleo da CDL do bairro São Vicente, Alfonso Debatin, relata que os comerciantes estão apreensivos com as obras do binário na rua Estefano José Vanolli. Conforme ele, a prefeitura não passou um cronograma da obra e sequer discutiu o projeto com a comunidade,

– O prefeito tinha se comprometido a nos apresentar o projeto e nos ouvir, mas não cumpriu. Nós tivemos que procurar a prefeitura para saber qual era o projeto. Isso é engodo, não é um plano de mobilidade. Acho que vamos ter grandes problemas com a execução dessa obra – reclama.

O comerciante diz ainda que outra preocupação com relação a maneira que a obra vai ser conduzida, principalmente na época de Natal, quando o movimento é maior no comércio local.

Continua depois da publicidade

– Temos medo que comecem e não terminem mais, se fizerem por quadras pode até funcionar. Vamos aguardar o andamento – comenta.

Destaques do NSC Total