publicidade

Entretenimento

Fernanda Abreu e Toni Garrido celebram a geração com mais de 50 anos 

Artistas participaram de projeto musical que busca resignificar o momento que essa faixa etária se encontra 

19/07/2019 - 14h53 - Atualizada em: 19/07/2019 - 14h55

Compartilhe

Por Priscila Araújo
Toni e Fernanda
DJ Memê, Fernanda Abreu e Toni Garido durante a divulgação do trabalho
(Foto: )

Filhos criados, ruguinhas, cabelos brancos e uma disposição física que já não é a mesma de 25 anos atrás. Generalizando, é assim que é formada a geração que tem mais de 50 anos. E para celebrar esse público, a agência Musikeria criou o projeto Geração +50, em que Fernanda Abreu e Toni Garrido dão voz à nova versão de Tempos Modernos, música de Lulu Santos, que recebeu arranjos produzidos pelo DJ Memê.

Gravada em 1982 a canção se mantem atual. O convite para os dois artistas foi feito por causa de um manifesto criado por Luiz Calainho, sócio da agência, que recentemente completou 53 anos.

— Rompi a barreira dos 50 anos e tenho visto muitos amigos de diversas áreas com mais de 50 anos com imensa vitalidade, se permitindo mudar de profissão, encontrar outros caminhos, outras direções na própria vida. Eu inclusive acabei de ter um filho, o pequeno João — conta.

Junto com os sócios ele resolveu criar um manifesto em prol dos 50 anos, já que considera um período de muita energia.

— A Fernanda e o Toni são artistas que simbolizam bem a geração, além de terem um suingue que combina com Tempos Modernos. Ambos estão com diversos projetos, realizando shows pelo Brasil, cheios de vitalidade, se permitindo — disse.

A cantora fluminense concorda e vai além, destaca os pontos positivos que a experiência e maturidade podem proporcionar.

— Essa música é muito simbólica, ela diz na letra tudo que o projeto quer dizer “vamos nos permitir”, “um novo começo de era”. Uma pessoa com 50 anos não vê a vida acabando, ao contrário, vê a vida começando com outra perspectiva. Com mais experiência, mais livre e sem tantas amarras, não tem mais muito que explicar para ninguém — considera Fernanda Abreu.

O projeto não só enfatiza os que têm mais de 50 como também faz com que algumas pessoas das novas gerações escutem pela primeira vez a música de Lulu, o que faz com que ela seja redescoberta por aqueles que ainda não tinham escutado a produção.

— Isso é maravilho principalmente para o interprete porque tem as músicas atuais e as que já passaram de um determinado tempo de “validade”, e passam a ser inéditas para outra geração. Ou seja, elas voltam a entrar na fila de canções que você pode reproduzir sendo uma novidade. Isso é maravilhoso, aumenta muito a nossa possibilidade de produção — pontua Toni.

Apesar de considerarem que toda a letra de Tempos Modernos faz uma fiel referência ao momento atual que os dois artistas estão vivendo, cada um deles, tem um verso com o qual mais se identifica.

— A letra é espetacular. Volta e meia eu uso nas redes sociais a frase “rodeada de gente fina, elegante e sincera”. Eu acho que a gente está precisando disso hoje em dia. Acho que o Brasil e o mundo estão com muito odiozinho no coração. A gente precisa ter um pouco mais de generosidade, gentileza, elegância, educação, compreensão e respeito — considera Fernanda.

Para Toni, o trecho mais marcante é o que fala sobre o momento atual:

— Uma coisa que é muito importante para todos: “hoje o tempo voa amor, escorre pelas mãos”. Faça bom uso do seu tempo, aproveitar bem o tempo, “viver como se não houvesse amanhã”, viva hoje, o agora. A vida para mim é agora, hoje e amanhã de manhã. Todo dia eu durmo querendo acordar para ver o sol amanhã e é assim no próximo dia também.

Deixe seu comentário:

publicidade