publicidade

Esportes
Navegue por

Apresentação

Fernando Gil é apresentado como técnico do Figueirense para encerrar a temporada

Treinador alvinegro já foi campeão em três categorias da base e terá como auxiliar Raul Cabral

06/11/2012 - 09h29 - Atualizada em: 06/11/2012 - 09h35

Compartilhe

Por Redação NSC
Fernando Gil: trabalho na base do Figueirense rende indicação para equipe principal
Fernando Gil: trabalho na base do Figueirense rende indicação para equipe principal
(Foto: )

Após a saída de Márcio Goiano na última segunda-feira, o Figueirense já apresentou o novo técnico em uma coletiva na manhã desta terça-feira, no CT do Cambirela: Fernando Gil, técnico das categorias de base do Alvinegro, comandará a equipe pelo restante do Brasileirão em 2012, auxiliado por Raul Cabral.

Fernando recebeu a notícia de sua promoção ontem, no Estádio Orlando Scarpelli, enquanto programava o ano de 2013 das categoria de base. Procurado pela direção, ao lado do auxiliar Raul Cabral, ele prontamente se colocou à disposição do clube.

- Nós que trabalhamos na base sempre visamos chegar ao profissional. Agradeço a oportunidade que o clube está dando para a gente e tenho certeza que a gente vai dar o máximo para nestes quatro jogos tentar quem sabe fazer os 12 pontos ou 100% de aproveitamento, que é o que buscamos para o momento.

O principal desafio do novo treinador será motivar o grupo de jogadores diante do rebaixamento virtual para a Série B:

- O grupo tem qualidade e é nisso que vamos bater. Ninguém desaprendeu a jogar e vamos buscar os três pontos em cada jogo - declarou.

Filho de Almir Gil, e sobrinho dos ex-jogadores Tonho Gil (campeão do mundo pelo Grêmio) e Sérgio Gil (já falecido), Fernando aposta na continuidade da carreira.

- Estou no clube há nove anos, onde comecei como preparador físico. Em 2006, passei a treinar a categoria infantil e fui campeão pelas três categorias (infantil, juvenil e juniores). Tenho ainda todo o suporte da família, já que o sangue da família Gil respira futebol.

De acordo com Fernando, a filosofia de trabalho para os próximos quatro jogos será idêntica a que está acostumado a colocar em prática nas categorias de base do clube

- A filosofia é a mesma, dando oportunidade para todo mundo, inclusive para os atletas da base, até porque, com exceção do Botti, que recebeu o terceiro cartão amarelo, todos estão à disposição.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação