nsc

publicidade

Grupo inchado

"Ficamos tristes, mas isso acontece, não só no Figueirense", diz Josa sobre atletas afastados

Furacão afastou seis jogadores na última terça-feira

02/11/2016 - 14h48 - Atualizada em: 02/11/2016 - 16h23

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

A situação do Figueirense é muito delicada na Série A. O clube não vence há seis jogos — quatro derrotas e dois empates — e por isso se afunda ainda mais na zona de rebaixamento. Além disso, o clube afastou na tarde de terça-feira seis atletas, algo que deixa o resto do grupo triste, pelo menos é o que pensa o volante Josa.

— Ficamos tristes, mas isso acontece, não só no Figueirense. Temos que saber levar isso, especialmente os afastados. Vamos deixar com a diretoria — disse o atleta.

Ele não esteve em campo contra o Grêmio. Suspenso, desfalcou a equipe e agora deverá retornar ao time comandado pelo técnico Marquinhos Santos. O elenco teve uma reunião com a comissão técnica para analisar os erros, algo que para o volante foi positivo.

— Foi uma reunião produtiva e ficamos sabendo dos seis afastamentos, mas não foi falando na reunião. Disseram que era um assunto entre diretoria e comissão, nossa reunião foi sobre erros, coisas para melhorar — afirmou o volante.

Para o jogador, o momento é de mostrar resultados dentro de campo.

— Na reunião falamos sobre fazer algo diferente, o que não fizemos na competição inteira e precisamos nesses cinco jogos. Temos um clássico regional que vamos levar a sério, a conversa ontem (terça-feira) todos digeriram bem, acho que não vai ficar só da boca para fora. Que venham as vitórias e já nesse domingo, que vai ser importante — completou.

Veja mais:

"Cada um deve se doar um pouco mais", pede meia do Figueirense

Marquinhos Santos tem o pior aproveitamento entre os técnicos em 2016

Figueirense perde outra chance: não supera nem os reservas do Grêmio

Confira a tabela da Série A

Leia mais sobre o Figueirense

Deixe seu comentário:

publicidade