nsc
    dc

    publicidade

    Brasileiro

    Figueira deixa Z4 e Rafael Marques diz: "Esse Figueirense vai entrar para história"

    Alvinegro vence a Ponte Preta por 3 a 1 e sai da zona de rebaixamento 

    13/11/2019 - 00h07 - Atualizada em: 13/11/2019 - 17h13

    Compartilhe

    Redação
    Por Redação DC
    Ponte Preta 1 x 3 Figueirense, e time de SC fora do Z4 da Série B 2019
    Ponte Preta 1 x 3 Figueirense, e time de SC fora do Z4 da Série B 2019
    (Foto: )

    O Figueirense deixou a zona de rebaixamento da Série B 2019 ao vencer a Ponte Preta nesta terça-feira. A vitória por 3 a 1 no Moisés Lucarelli colocou o Figueira na 16ª colocação faltando três rodadas para o fim da competição. O resultado e a situação na tabela deixou o atacante Rafael Marques emocionado ao final da partida. Autor do primeiro gol da partida, ele lembrou o que o clube passou na temporada e acredita que a manutenção do Furacão na Série B vai ser histórico.

    No decorrer da Série B 2019, o Figueirense passou por grave crise financeira. Os jogadores chegaram a se recusar em campo diante do Cuiabá, no W.O. no primeiro turno, em protesto pelo atraso no pagamento de salários aos atletas, funcionários e má condições aos atletas da base. A gestão do Figueirense mudou, com a saída da empresa Elephant, que administrava o futebol alvinegro, e tentava se recuperar na competição para não ter prejuízo maior na temporada.

    — Esse Figueirense vai entrar para história. O gostinho da permanência é de um título nacional. Vim ao Figueirense foi para competir, sempre foi meu perfil, de buscar título. Por incompetência de uma má pessoa, de um mal caráter, que atrapalhou o sonho de todos, de voltar à Série A, brigamos contra o rebaixamento, em vezes de lutar para colocar o Figueirense em lugar merecido. Não há como se emocionar. Hoje a gente vê o esforço da pessoas. O que passamos foi desumano, não só jogadores, foi com funcionários, atletas da base — disse o jogador na saída de campo, em entrevista à rádio CBN Diário.

    O resultado em Campinas, combinado com a derrota do Londrina para o Criciúma, fez o Figueirense sair da zona de rebaixamento. O Alvinegro ainda tem pela frente o Cuiabá, domingo, no Orlando Scarpelli, e vai enfrentar o CRB (fora) e o Operário-PR (casa), na última rodada.

    — Sair da zona de rebaixamento, quando éramos considerados rebaixados por tudo que passamos, não temos como não se mencionar. A permanência na Série B vai ter o mesmo gosto do título. Pelos funcionários e pelos que estão lá dentro dependem do nosso resultado. Foi duro chegar nessa posição, mas temos mais três jogos pela frente — falou o atacante.

    Leia mais notícias e informações sobre o Figueirense no NSC Total.

    Deixe seu comentário:

    publicidade

    publicidade

    publicidade

    publicidade