nsc

publicidade

No Scarpelli

Figueirense espera que Lei do Ex funcione da casamata diante do Joinville  

Além da invencibilidade do Figueira no Catarinense 2019, está em jogo a invencibilidade de técnico diante do ex-clube  

24/03/2019 - 09h30 - Atualizada em: 24/03/2019 - 18h50

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Figueirense e Joinville se enfrentam no Catarinense 2019
Figueirense e Joinville se enfrentam no Catarinense 2019
(Foto: )

Hemerson Maria fez história no Joinville e começou a escrita de uma nova em defesa do Figueirense. Com ele, o Figueira arranca na temporada como líder e único invicto até agora no Campeonato Catarinense 2019. A campanha é tão boa que neste fim de semana a equipe alvinegra pode se garantir nas semifinais com três rodadas de antecedência. E ainda conta com um bom retrospecto para elevar a confiança no embate das 18h deste domingo, no Orlando Scarpelli: Maria não perdeu quando jogou contra o JEC.

Acompanhe em tempo real Figueirense x Joinville

O técnico Hemerson Maria foi marcante na história do clube do Norte de Santa Catarina. Ele é o segundo treinador com mais jogos pelo clube, tem três finais de Catarinense na função — sendo duas diante do próprio Figueira — e guiou o Joinville para a maior conquista, o título da Série B do Campeonato Brasileiro, em 2014. Mas depois que saiu, o comandante não deu mole para o Joinville.

Foram dois jogos contra o JEC desde então. O primeiro foi no ano passado, quando comandava o Vila Nova. Depois do empate em 2 a 2, a equipe goiana despachou o Tricolor da Copa do Brasil nas cobranças de pênalti. Nesta temporada, já no Figueira, ele esteve pela primeira vez na área técnica da Arena Joinville como adversário, e deixou o local com outro 2 a 2.

Se empatar novamente contra o ex-clube, Hemerson Maria comemora a classificação antecipada se Brusque e Marcílio Dias, empatados com 20 pontos, não vencerem na rodada. No entanto, um triunfo dos donos da casa, coloca o time alvinegro na semifinal por antecipação. Já o Joinville precisa muito da vitória para seguir com chance de ser semifinalista. Com 17 pontos, surpreender o Orlando Scarpelli pode significar estar muito vivo na fase seguinte do Estadual, e ficar grudado no G-4.

Força máxima dos dois lados

Diante da importância da partida, o Figueirense deve ter força máxima. Isso significa uma escalação pelo menos parecida com a que venceu o Metropolitano, por 1 a 0, na última quarta-feira. Com a suspensão de Matheus Destro, expulso em Blumenau, Hemerson Maria pode dar nova chance para Brunetti reaparecer na lateral esquerda. Também deve ser descartada alteração no setor ofensivo.

Para tentar surpreender na casa do Figueira, como fez diante da Chapecoense no fim de semana anterior, o técnico Felipe Surian não deve mexer muito na equipe por causa do pouco tempo para trabalhar desde o empate em 1 a 1 com o Hercílio Luz na Arena Joinville, na última quinta-feira. O comandante do JEC ganhou a opção de Rafael Grampola, liberado pelo departamento médico, e poderá contar com o volante Leandro Bulhões, que deixou o jogo passando com dores, mas não será desfalque.

FICHA TÉCNICA – Figueirense x Joinville

FIGUEIRENSE

Denis; Alemão Teixeira, Pereira, Ruan Renato e Brunetti; Zé Antônio, Betinho, Júlio Rusch e Juninho; Willian Popp e Rubens. Técnico: Hemerson Maria.

JOINVILLE

Jefferson; Arez, Luan, Marlon e Erick Daltro; Leandro Bulhões, João Ananias, Wellington Rato e Rodrigo Figueiredo; Nathan Cachorrão e Hugo Almeida. Técnico: Felipe Surian.

ARBITRAGEM: Rafael Traci, auxiliado por Thiaggo Americano Labes e Diego Leonel Félix.

DATA E HORA: às 18h de domingo.

LOCAL: Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Deixe seu comentário:

publicidade