nsc

publicidade

Série B

Figueirense visita o Brasil-RS de olho na sua melhor arrancada na história

Com vitória sobre o Xavante, Alvinegro supera o começo de 2013

01/05/2018 - 03h15

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

Ao entrar no estádio Bento Freitas a partir das 16h30min de hoje, o Figueirense terá duas missões, uma concreta e outra para deixar uma boa impressão na história. A primeira é somar os três pontos diante do Brasil de Pelotas e, de quebra, poder se isolar na liderança da Série B de acordo com os outros resultados da rodada. A segunda é vencer e confirmar o melhor início do clube na Segunda Divisão, desde que a competição passou a ser disputada nos atuais moldes.

Nas quatro vezes em que atuou na divisão de acesso à elite desde 2006, o melhor início alvinegro foi registrado em 2013, quando venceu os três primeiros jogos na competição assim como na atual temporada. Na quarta partida, no entanto, o Furacão foi derrotado no Orlando Scarpelli pela Chapecoense. Assim, vitória ou empate diante do Xavante servem para elevar as estatísticas e dar ainda mais confiança para a equipe comandada por Milton Cruz.

Para ficar sozinho na ponta da tabela de classificação, o Figueira torce por um tropeço do Fortaleza, que joga diante do Londrina, no interior do Paraná, a partir das 16h30min. Também empatados com nove pontos na tabela de classificação, Paysandu e Vila Nova entram em campo na sexta-feira e no sábado, respectivamente.

(Foto: )

Ausências no meio-campo

O técnico Milton Cruz precisará fazer alterações no meio-campo. Betinho recebeu o terceiro cartão amarelo contra o Boa Esporte e está suspenso. Além disso, Renan Mota sentiu um desconforto muscular e não viajou. Também há a ausência do atacante André Luís, que continua se recuperando de lesão e não enfrentou o time mineiro, sendo substituído por Henan, autor dos dois gols da vitória.

Apesar das baixas, o treinador confia na força do grupo e vê que todos estão focados para não deixar o ritmo diminuir neste início de competição.

– Estamos fazendo nosso papel, fazendo o resultado dentro e fora de casa. Quem está na ponta é o time visado. É muito cedo ainda, falta muita coisa, espero que possamos continuar nesse ritmo – apontou o comandante.

FICHA TÉCNICA

BRASIL-RS: Marcelo Pitol; Éder Sciola, Rafael Vitor, Everton e Artur (Bruno Collaço); Leandro Leite, Sousa, Valdemir e Alisson Farias; Lourency e Michel. Técnico: Clemer.

FIGUEIRENSE: Denis; Diego Renan, Nogueira, Eduardo Bauermann e Lazaroni; Pereira, Zé Antônio, Maikon Leite, Gustavo Ferrareis e Jorge Henrique; Henan. Técnico: Milton Cruz.

Arbitragem: André Luiz Castro, auxiliado por Cristhian Sorence e Leone Rocha (trio de GO).

Horário: às 16h30min desta terça-feira.

Local: Estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS).

Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018

Leia mais sobre o Figueirense

Deixe seu comentário:

publicidade