A campanha “Prevenir Salva Vidas”, uma iniciativa da Prefeitura de Florianópolis por meio da Secretaria de Saúde e Assessoria de Políticas Públicas para Mulheres e Igualdade de Gênero, concentra seus esforços em disseminar informações sobre o câncer de mama, conscientizando a população sobre o tema através de eventos promovidos ao longo do mês de outubro. As ações são realizadas em parceria com diversas entidades e pretendem educar e mobilizar os cidadãos em prol da prevenção e do diagnóstico precoce da doença com atividades de conscientização, recreativas e de lazer.

Continua depois da publicidade

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de mama é a primeira causa de morte por câncer em mulheres no Brasil. As regiões Sudeste e Sul concentram as maiores taxas, sendo uma média de 12,43 e 12,69 óbitos por 100.000 mulheres, respectivamente, segundo dados dos últimos anos. Para cada ano do triênio 2023-2025 foram estimados mais de 73 mil novos casos, representando uma taxa ajustada de incidência de 41,89 casos por 100.000 mulheres. Ainda segundo o INCA, as taxas de mortalidade pela doença são predominantes em mulheres com idades entre 50 e 69 anos, respondendo por uma média de 45% do total de óbitos, lembrando que homens também podem desenvolver câncer de mama, ainda que a incidência seja  menor.

Prevenir pode salvar vidas

Adotar um estilo de vida saudável e realizar exames periódicos, quando indicados pelos médicos, são fundamentais, já que a prevenção é a chave. Quanto mais precoce o diagnóstico, maiores as chances de cura do câncer de mama na maioria dos casos. Pensando nisso, a Prefeitura de Florianópolis e entidades parceiras, criaram um calendário completo com palestras de especialistas sobre o tema, além de mutirões clínicos com coleta de preventivo, orientação de cuidados com as mamas e inserção de DIU através de agendamento e muito mais.

Segundo a assessora de Políticas Públicas para Mulheres e Igualdade de Gênero, Andrea Vergani:

— O câncer de mama é uma realidade que afeta milhões de mulheres em todo o mundo. É um desafio que exige nossa atenção, solidariedade e, acima de tudo, ações concretas. O Outubro Rosa é uma oportunidade para educar, sensibilizar e mobilizar a população. Um momento de compartilhar informações sobre auto exames, mamografias e hábitos saudáveis. 

Continua depois da publicidade

O empoderamento feminino também está em pauta com palestras sobre liderança feminina e redes de apoio para orientação e suporte às vítimas de violência e atividades do Programa Ela Pode – Instituto Rede Mulher Empreendedora (IRME). Além disso, atividades como maquiagem, escalda pés e peeling facial também estão programadas. 

Arena Saúde da Mulher

O calendário ainda conta com a Arena Saúde da Mulher, que acontece nos dias 26 e 27 de outubro no Largo da Alfândega com uma programação especial. O primeiro dia (26) terá a presença do coral Vozes que Não Calam, palestras sobre Terapias Integrativas complementares, amamentação e métodos anticoncepcionais, prevenção do câncer, saúde da mulher LGBTI+, informações da Defensoria Pública sobre os direitos das mulheres com câncer, orientação sobre alimentação anti-inflamatória para prevenção de doenças, aulas de defesa pessoal, atividades da Escola Advance e palestras com psicólogos do Bairro Educador.

Já o segundo dia (27) inicia com aulas de zumba, fit dance e palestra sobre violência contra as mulheres, seguido de apresentações da Cultura Urbana ou de Rua, Dança Break, Rapper Dante, Zumba e atividades especiais da Escola Advance como ações de prevenção ao câncer de mama e útero.

O evento ainda conta com vacinação, distribuição de mudas e presença de psicólogos e ONGs parceiras. A conscientização sobre o câncer de mama pode salvar muitas vidas.

Continua depois da publicidade

Confira a programação completa.