nsc

publicidade

AN Portal

Frota de veículos de Joinville cresceu menos em 2015

Taxa de crescimento pode ser considerada a pior em pelo menos 13 anos

28/12/2015 - 05h02

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

As estatísticas do Detran indicam que Joinville deve terminar 2015 com pelo menos 10 mil veículos a mais em circulação na comparação com o ano passado. A marca de dezembro, que ainda será atualizada, deve apontar uma frota na casa de 371 mil veículos. É mais do que o dobro de automóveis rodando nas ruas da cidade em 2004 (eram 180 mil naquele ano). Mas, apesar de a frota ter crescido em velocidade acelerada na última década, o ritmo nos últimos anos nunca caiu tanto como em 2015.

Entre 2009 e 2011, por exemplo, a proporção de novos veículos emplacados em Joinville a cada ano foi duas vezes maior, cerca de 20 mil. Desde 2002, ano em que o Detran passou a disponibilizar os dados, as ruas da cidade ganhavam pelo menos 13 mil novos veículos anualmente. Ou seja, a taxa de crescimento nos últimos 12 meses já pode ser considerada a pior em pelo menos 13 anos.

NOVOS VEÍCULOS EM CIRCULAÇÃO

2014 - 2015 10 mil

2013 - 2014 16 mil

2012 - 2013 17 mil

2011 - 2012 19,7 mil

2010 - 2011 21 mil

2009 - 2010 22,4 mil

2008 - 2009 16,7 mil

2007 - 2008 17,9 mil

2006 - 2007 18,2 mil

2005 - 2006 15,2 mil

2004 - 2005 15,2 mil

2003 - 2004 13,3 mil

2002 - 2003 14,1 mil

Motocicletas

O número de motocicletas em Joinville também aumentou em larga escala nos últimos anos. Mas a proporção de motos em relação aos demais veículos praticamente se manteve em uma década. Em 2005, motocicletas representavam 18% de toda a frota. Hoje, há cerca de 67 mil motos em circulação, o que dá os mesmos 18% da frota atual.

IPVA

Apesar da queda no crescimento da frota, a receita com o IPVA não encolheu em Joinville. Dados atualizados até o último mês de novembro apontam R$ 58,9 milhões arrecadados. Esse montante fica com o município e o mesmo valor também é repassado ao Estado. No ano passado, a receita municipal foi de R$ 55 milhões.

Diárias dos deputados

Entre os deputados estaduais de Joinville, Kennedy Nunes (PSD) foi o que mais ganhou com diárias de viagem em 2015: R$ 68,4 mil. Ano passado, Kennedy recebeu R$ 63,4 mil. Darci de Matos (PSD) recebeu R$ 55,3 mil em 2015 (ele usou R$ 70,8 mil em viagens em 2014). Patrício Destro (PSB), estreante na Assembleia, usou R$ 53,3 mil. O também estreante Dalmo Claro (PMDB) viajou menos: recebeu R$ 34,5 mil.

Diárias da Câmara

O ranking das diárias da Câmara publicado pela coluna no fim de semana relacionou apenas vereadores. Mas há servidores que receberam mais com viagens do que alguns parlamentares. Ralf Benkendorf (diretor de TI) e Nilson Schmidt (motorista), por exemplo, tiveram ganhos na casa dos R$ 16 mil em 2015. Entre os 19 servidores que mais receberam diárias (número de cadeiras do Legislativo), cinco não são vereadores.

Araquari

A Prefeitura de Araquari investiu R$ 16,9 mil na contratação da Banda Paixão Sul e da Banda Etc & Tal para os shows do Réveillon 2016. O contrato inclui sonorização e iluminação. O extrato de inexigibilidade de licitação aponta que as bandas caíram "no gosto popular devido ao repertório diversificado e animação".

Guarda Municipal

Não há notícia de maiores incidentes envolvendo a Guarda Municipal de Joinville em seu primeiro ano de atuação. Os guardas estão nas ruas da cidade desde fevereiro e passaram a contar com porte de arma a partir de julho. A preocupação de que pudesse haver conflito de competências com a PM ficou no passado.

Sem reforço

Ainda que fosse uma das principais apostas do prefeito Udo Döhler em sua gestão, a Guarda Municipal continuará com os mesmos 44 membros em 2016. O plano inicial era aumentar o efetivo da tropa em mais 60 guardas, mas Udo anunciou a suspensão do novo concurso público como medida de contenção de despesas.

Lotados

Que Joinville ganha ares de cidade pacata nessa época do ano, não se discute. Mas os bares que experimentaram manter as portas abertas entre o Natal e o Ano-Novo não têm do que se queixar. É o caso de alguns estabelecimentos na Via Gastronômica, muito mais cheios do que de costume.

Divididos

Exemplos do baixo efetivo da Polícia Civil em Joinville: hoje, o delegado Zulmar Valverde divide atenções entre a DP de São Francisco do Sul e a DP do bairro Fátima. Fábio Fortes também atua na DP do Fátima, além da DP de Pirabeiraba. A delegada Georgia Bastos atende nas DPs do Aventureiro e do Itinga. Entre janeiro e fevereiro, o delegado Rodrigo Gusso terá de se dividir entre as DPs do Vila Nova e de Pirabeiraba.

Retomada

Após sucessivos atrasos, a Prefeitura de Joinville promete retomar ainda no início de janeiro as obras na rua Tenente Antônio João. A volta dos trabalhos será possível porque agora o município conta com a liberação de repasses do Estado. Ainda não se fala em prazo para a conclusão. Mas será rápido, diz o prefeito Udo Döhler.

Deixe seu comentário:

publicidade