publicidade

Polícia
Navegue por

Crime sexual

Funcionário dos Correios suspeito de fotografar partes íntimas de mulheres é afastado em Jaraguá do Sul 

Caso veio a tona no início deste mês, durante mandado de busca e apreensão

08/05/2019 - 09h30

Compartilhe

Gabriela
Por Gabriela Florêncio
(Foto: )

Um funcionário dos Correios foi afastado suspeito de fotografar partes íntimas de mulheres em um supermercado de Jaraguá do Sul. Câmeras de segurança do estabelecimento flagraram o homem, que usava o uniforme da companhia no momento da ação.

De acordo com a assessoria, ele trabalhava no Centro de Distribuição da cidade e deve sofrer sanções administrativas. Os Correios ainda afirmaram que estão “tomando as ações cabíveis sobre a situação relatada”.

O caso veio ganhou repercussão no início deste mês, depois que a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso de Jaraguá do Sul (Dpcami), cumpriu mandado de busca e apreensão na casa do suspeito.

Assista vídeo:

A medida foi oficializada para apreender computador, celular e objetos pessoais. Os itens serão periciados para verificar se, além de armazenar os dados, ele ainda compartilhou as imagens, o que configuraria um crime mais grave.

Os Correios ainda informaram, por meio de nota que "seus empregados são orientados a seguir um código de conduta ética de forma a prestar um bom serviço à sociedade além de respeitar todas as pessoas - sejam clientes ou não".

A conduta do suspeito está prevista no novo tipo penal, constante no artigo 216-B do Código Penal. O texto criminaliza a ação de ofender ou constranger alguém com conotação sexual ou sexista e ainda o registro não autorizado da intimidade sexual.

Leia também:

Câmara de Joinville tem nove propostas de combate à violência contra a mulher

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação