O litro da gasolina comum em Santa Catarina voltou, nos últimos sete dias, ao preço médio de R$ 5,09, o mesmo da semana que fechou o ano de 2022. O valor atual foi identificado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Brasil (ANP), que realizou nova pesquisa semanal junto a 179 postos de combustíveis no Estado do domingo passado (22) a este último sábado (28).

Continua depois da publicidade

Receba notícias do DC via Telegram

Na primeira semana de 2023, o combustível havia subido a R$ 5,24 (alta de 2,9%), o maior preço no Estado em mais de quatro meses, após um vaivém nos impostos federais sobre os combustíveis.

A gestão Lula (PT) anunciou, à época da transição de governo, que retomaria a cobrança do Pis/Cofins e Cide, mas voltou atrás com uma medida provisória no dia 1º de janeiro, mantendo a desoneração antes aplicada pela gestão Bolsonaro (PL). Ainda assim, parte dos postos receberam os combustíveis das distribuidoras já com os impostos embutidos nos valores, o que foi repassado aos consumidores finais.

No início do ano, também pesou sobre os combustíveis em Santa Catarina uma correção feita pelo governo estadual no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e as altas dos preços do álcool anidro e do biodiesel, que são misturados na gasolina e no diesel, respectivamente.

Continua depois da publicidade

Após a alta, no entanto, o valor médio da gasolina comum passou a cair e agora chegou a terceira semana com essa tendência, mesmo com aumento de 7,5% da Petrobras anunciado na terça (24).

Na quarta e última semana do mês, a ANP chegou a identificar variações nos preços no Estado de R$ 4,73, em um posto de Blumenau, a R$ 5,59, em Tubarão. Já o preço médio mais barato foi encontrado em Criciúma, onde o valor comum entre 14 estabelecimentos pesquisados foi de R$ 4,91. Brusque, por sua vez, teve o mais caro, com média de R$ 5,44 no valor do litro entre dez postos avaliados.

Em Santa Catarina, o preço médio do litro do etanol caiu 1,5% em relação à semana anterior, agora vendido a R$ 4,57. O valor do diesel recuou para R$ 6,32 (-0,31%), enquanto o botijão de 13 kg do gás liquefeito de petróleo, o gás de cozinha, subiu a R$ 123,49 (variação de 0,64%).

Vai viajar? Vejas as piores rodovias de SC

Leia mais

Fusca, Opala e Gol: site de vendas divulga os carros clássicos “queridinhos” em SC

Continua depois da publicidade

Santa Catarina acende alerta com alta nas notificações de dengue

Alice Kuerten cita desafios do governo em SC e fala aproximação com municípios

Destaques do NSC Total