nsc
    dc

    Lição de vida

    Gêmeos se classificam para as Paralimpíadas Escolares 

    Lucas e Bruno recuperaram a auto-estima por meio da bocha paralímpica

    12/07/2016 - 08h24

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    (Foto: )

    Lucas Felipe da Cruz e Bruno Rafael da Cruz, têm 12 anos e são irmãos gêmeos. Eles nasceram e moram em Porto União e são um grande exemplo de superação. Lucas e Bruno nasceram de 27 semanas e tiveram uma parada respiratória que causou uma paralisia cerebral.

    Leia mais sobre o Parajasc

    Histórias revelam que o esporte paralímpico transforma vidas

    Os irmãos começaram a treinar na bocha há dois anos e já participaram de vários campeonatos catarinenses. Rosana Polinski da Cruz, mãe dos garotos, conta que o esporte mudou completamente a vida deles. Antes da bocha, Lucas e Bruno não gostavam de sair de casa e sequer tinham vontade de ir para a escola.

    -Depois de iniciarem na bocha paralímpica eles adoram sair de casa, ir ao cinema e jogar vídeo game. Eles estão mais motivados e melhorou até a auto-estima deles - afirma a mãe.

    Estreia no Estadual

    Recentemente os irmãos tiveram a chance de participar pela primeira vez de uma etapa estadual de bocha paralímpica dos Jogos Escolares Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc), na classe BC3, e conseguiram vaga para representar Santa Catarina nas Paralimpíadas Escolares, que serão realizadas em novembro, em São Paulo. Durante as partidas eles contam com a ajuda da mãe, Rosana, e Gabriel, de 14 anos, o melhor amigo dos garotos. Eles são os calheiros e ajudam Lucas e Bruno a jogar a bola.

    O torneio aconteceu no último sábado, na sede da Fundação Catarinense de Educação Especial, em São José. A etapa estadual contou com 16 atletas com idade entre 12 e 17 anos. Além dos gêmeos, também foram selecionados para representar o Estado os atletas Gabriel Prezzi , Naiara Gaulke, Julia Marcelino e Daniela Zinke.

    Das seis modalidades da etapa estadual dos Parajesc, quatro foram disputadas em São Miguel do Oeste, entre os dias 1º e 3 desse mês. São elas: atletismo, futebol 7, goalball e tênis de mesa. No dia 7 de julho Blumenau recebeu a competição de natação. E no último sábado, a bocha encerrou os Jogos Paradesportivos Escolares.

    Os Parajesc foram criados em 2009 e têm como finalidade promover o esporte escolar adaptado para atletas com deficiência auditiva (DA), física (DF), visual (DV) e intelectual (DI). Os Parajesc também têm o objetivo de proporcionar aos estudantes com deficiência a aquisição de experiências que enriqueçam seus conhecimentos e facilitem a sua relação com o meio em que vivem.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas