publicidade

Esportes
Navegue por

Leão

Geninho vê dificuldade do Avaí na vitória em cima do lanterna

Treinador azurra cobra mais ofensividade mesmo após o placar de 3 a 1  

10/02/2019 - 21h23

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Geninho tem problemas para escalar o Leão por conta de lesões
(Foto: )

O Avaí venceu, mas não foi fácil. Quem achava que enfrentar o lanterna Tubarão seria tarefa tranquila para o time que está no G-4, se enganou. Na coletiva após o triunfo por 3 a 1, na tarde deste domingo, o técnico Geninho reconheceu que o Leão teve dificuldade para vencer pela primeira vez como visitante no Campeonato Catarinense. O comandante azurra espera que o resultado ajude a equipe a engatar uma boa série na temporada.

– Seria muito bom que fosse a primeira de uma sequência. Um campeonato difícil, equilibrado. O resultado foi 3 a 1, mas muito difícil. O jogo estava enrolado até o meio do segundo tempo. Acho que o primeiro tempo foi mais arrumado, tivemos chance de matar. Não evoluímos na parte ofensiva a ponto de fazer os gols. Foi bom, mesmo com as dificuldades durante o jogo – falou o treinador.

Geninho precisou utilizar alguns jogadores formados na base do Avaí. O time começou com o zagueiro Eduardo Kunde e o atacante Getúlio entre os titulares, atletas criados na Ressacada. No decorrer do jogo, ainda entraram Lourenço e Caio Paulista, outros dois jovenz oriundos do time sub-20. Além deles, o autor do terceiro gol, mas já mais experiente André Moritz, também surgiu do próprio clube.

– O time mostrou uma qualidade fundamental, levar o gol e continuar buscando o jogo para mudar o resultado. Fiquei feliz com alguns garotos, principalmente o Kunde, fez uma partida muito boa. Fico feliz quando aproveitam a oportunidade – disse Geninho.

Mas nem tudo foi festa para o Avaí na tarde deste domingo. Isso porque, o Leão perdeu mais jogadores por lesão. O lateral-direito Alex Silva lesionou o ombro, enquanto o atacante Daniel Amorim sentiu um problema logo após anotar o segundo gol azurra. Para o jogo, Geninho não contou com o zagueiro Marquinhos Silva, o lateral-esquerdo Igor Fernandes, o meia João Paulo e o atacante Jones Carioca.

– As lesões que preocupam. Tivemos jogadores que ficaram fora por causa do departamento médico. As perspectivas não são boas, talvez eu aproveite um ou dois dos que não jogaram. Devo ter o Alex Silva fora, dificilmente se recupera de uma torção de ombro – completou.

O Leão volta a campo na quarta-feira, às 20h30min, diante do Real Ariquemes, de Rondônia, pela primeira fase da Copa do Brasil. Como o Avaí é visitante neste confronto, tem a vantagem do empate para seguir à segunda etapa da competição nacional e garantir o prêmio de R$ 600 mil pela classificação.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação