nsc
    dc

    Empregos

    Geração TEC lança mapeamento para identificar demandas das empresas de tecnologia de SC

    Identificação das vagas abertas ajuda a nortear quais capacitações serão oferecidas dentro do programa, que forma profissionais técnicos especializados em TI

    22/01/2016 - 08h25 - Atualizada em: 22/01/2016 - 08h38

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    (Foto: )

    Para identificar as demandas profissionais do mercado da inovação, o programa Geração TEC lança a nova edição do Mapeamento de Vagas nas Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). O estudo irá revelar as áreas que mais necessitam de profissionais e definir a grade de cursos do programa para este ano.

    O projeto oferece cursos para jovens acima de 17 anos, com ensino médio completo ou cursando o último ano e é realizado em uma parceria da Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) com entidades do setor de TIC, Instituto Internacional de Inovação (I3) e Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc).

    — É um setor que tem colocado nosso estado como destaque nacional e até mesmo mundial. São aproximadamente duas mil empresas de tecnologia nas maiores cidades catarinenses que, juntas, têm faturamento superior a R$ 3 bilhões, gerando mais de 20 mil empregos — explica o secretário da SDS, Carlos Chiodini.

    Para empresários do setor: o formulário do mapeamento está disponível no site www.geracaotec.sc.gov.br

    Contexto

    Desde 2011, os cursos do Geração TEC formaram o equivalente a 30% do total de profissionais da TI catarinense. São 6.048 egressos em cursos de formação profissional e gestão empresarial em TI.

    — As capacitações são gratuitas e de curta duração. Os concluintes são encaminhados para vagas oferecidas pelas empresas de tecnologia — conta o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da SDS, Jean Vogel.

    O Mapeamento de TI 2015, respondido por 190 empresas, mostrou a existência 1,5 mil vagas no segmento em Santa Catarina e apontou a necessidade de formação em novas áreas, como e-commerce, redes sociais e marketing digital. Turmas para os três cursos devem iniciar no mês de março.

    Ao contrário da indústria, comércio e construção civil, o setor tecnológico de Santa Catarina conseguiu driblar a crise em 2015 com um crescimento de 15%, aliando o potencial inovador à atuação em rede.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas