publicidade

Trânsito

GM da Capital levará até uma hora para isolar faixa reversível na ponte Colombo Salles 

Teste será feito neste sábado (20) liberando o trânsito no sentido Ilha

18/07/2019 - 11h19 - Atualizada em: 18/07/2019 - 12h12

Compartilhe

Por Mateus Boaventura
(Foto: )

A prefeitura de Florianópolis inicia uma série de testes neste sábado (20), às 16h, com uma faixa reversível na ponte Colombo Salles. Uma das faixas da ponte Pedro Ivo terá dois bloqueios (no início e no fim) e o trânsito será desviado, no sentido Ilha, pela estrutura vizinha. A previsão é de que a operação dure duas horas.

A Guarda Municipal (GMF) vai fazer a separação das faixas com cones entre as duas cabeceiras. Assim, o motorista trafega no sentido Ilha pela Via Expressa (BR-282) e tem acesso à esquerda a faixa reversível para mais adiante retornar à avenida Gustavo Richard no sentido sul da Ilha.

"É um teste operacional para calcular o tempo de reação. Isso vai servir para balizar um plano de contingência que está sendo elaborado", falou o Secretário Municipal de Transportes e Mobilidade Urbana, Michel Mittmann.

A GMF estima o uso de 250 cones na operação. "Esperamos que em cerca de 40 minutos a uma hora toda a pista vai estar sinalizada. E vamos fazer todos os ajustes no local. Precisamos saber o comportamento de tudo isso", comentou o comandante da Guarda, Ivan Couto.

O teste de sábado é o do dia com menor fluxo no trânsito. A prefeitura também repetirá a ação num dia de semana, que ainda não foi definido.

Rede de Mobilidade

O executivo municipal tinha apresentado esta ideia na última quinta-feira (11) durante reunião da Rede de Mobilidade, que reúne órgãos de todas as esferas. A proposição apareceu justamente após o incidente do dia seis de julho na ponte Pedro Ivo Campos. Naquele dia, o fluxo do trânsito ficou em duas faixas na entrada da ilha, enquanto que a saída estava totalmente livre, ou seja, com quatro faixas disponíveis.

Deixe seu comentário:

publicidade