publicidade

Esportes
Navegue por

Leão

Goleiro do Avaí cita papo com assistente na consulta ao VAR

Vladimir diz que decisão é correta ao não dar o gol da Chape nos pênaltis

22/04/2019 - 16h41 - Atualizada em: 22/04/2019 - 17h34

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Vladimir defende batida de Aylon, observado por Helton Nunes e Tiepo
(Foto: )

Um dos herói do Avaí na conquista do título do Campeonato Catarinense 2019, o goleiro Vladimir revelou nesta segunda-feira, em participação ao Debate Diário, da Rádio CBN, que teve uma rápida conversa com o árbitro assistente Helton Nunes quando ocorria a checagem do VAR após a cobrança de pênalti do lateral-esquerdo Bruno Pacheco, da Chapecoense. Para o arqueiro do Leão não há dúvida: a bola não entrou.

– A bola não entrou. Não tem discussão, é campeão. Quando o juiz estava esperando a confirmação, fui até o bandeira e ele disse que não podia falar. Eu retruquei que independente da opinião dele, tinha o VAR. Foi quando ele tirou o microfone e falou que tinha a mesma posição que eu. E o VAR confirmou em seguida que não entrou – falou.

Vladimir terminou o Catarinense com apenas um gol sofrido, justamente o da final contra a Chapecoense, no empate por 1 a 1, na Ressacada. Na disputa por pênaltis, o goleiro pegou a cobrança de Aylon e ajudou na conquista azurra. Ele, porém, dividiu os méritos com os demais companheiros de posição: Lucas Frigeri, Glédson, Léo Lopes e Cláudio Vitor.

– Seria uma baita falta de companheirismo minha não citar o Cláudio Vitor, nosso quinto goleiro. Foram quatro que jogaram, pois o Léo Lopes começou. Mas a conquista é de todos, principalmente os que estão no dia a dia. Estão todos de parabéns – disse.

Após comemorar o título pelo Avaí logo nos primeiros meses como jogador do clube, Vladimir se prepara para a Série A do Brasileiro e vive a expectativa de ser o titular da meta azurra. Isso porque, durante a Copa do Brasil e Catarinense, ele esteve integrado ao rodízio no setor implementado pela comissão técnica de Geninho.

– Todo mundo está fazendo a sua parte e em condições de jogar. Agora, a decisão é do professor Geninho – completou.

O primeiro jogo do Avaí após a conquista do Catarinense 2019 será no sábado, às 19h, diante do Atlético-MG, na Arena Independência, pela primeira rodada da Série A do Brasileiro.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação