publicidade

Economia
Navegue por

Evento

Governança corporativa é tema de painel durante a Expogestão, em Joinville 

Quatro especialistas debateram sobre o tema, principalmente no contexto das empresas familiares 

15/05/2019 - 21h11 - Atualizada em: 15/05/2019 - 21h13

Compartilhe

Hassan
Por Hassan Farias
Da esquerda para a direita: Roberto Faldini,Silvana Romagnole,Divino Sebastião de souza e Monika Hufenussler Conrads
(Foto: )

O segundo dia de Expogestão encerrou com um painel sobre governança corporativa nesta quarta-feira na Expoville, em Joinville. Quatro especialistas debateram sobre o tema, principalmente no contexto das empresas familiares em que a governança é ainda mais fundamental na gestão porque prepara as organizações para o crescimento sustentável.

Sob a mediação de Monika Hafenüssler Conrads, presidente do conselho de administração da Duas Rodas Industrial, os quatro especialistas apresentarem suas realidades e responderam respostas do público.

O CEO do Grupo Algar, Divino Sebastião de Souza, contou um pouco sobre a história da empresa, que tem 88 anos e sede em Uberlândia (MG). Com atuação em quase todo o Brasil e América Latina, a Algar tem 19 mil funcionários e uma receita de R$ 3 bilhões.

A Algar está na terceira geração do fundador da empresa e tem na governança três principais concepções para manter o negócio com alta performance e longevidade: o conselho de família, o conselho de administração e o conselho de sócios. Divino é um executivo não-familiar atuando na empresa.

— Estamos formando dentro do conselho de família a quarta, a quinta e a sexta geração para administrar a empresa no futuro. A gente tem que pensar também vamos embora, por isso que a governança tem de ser estruturada e organizada — defendeu.

Desenvolvimento das gerações para manter a longevidade das empresas

A presidente do Conselho de Família da Romagnole Produtos Elétricos, Silvana Romagnole, contou sobre a evolução e a preocupação da empresa com a governança corporativa ao longo dos anos. A Romagnole tem sede em Mandaguari (PR) e nasceu a partir da sociedade de dois irmãos. Ela é filha de um dos fundadores.

Silvana entende que a governança é uma jornada que leva tempo para se tornar madura, mas deve ser um objetivo de todas as empresas, independentemente do seu tamanho. Na Romagnole, existe um conselho diretor e um conselho de família, com a realização de uma assembleia anual com todos os integrantes familiares para que todos estejam integrados à realidade da empresa.

— Nós preservamos a família e preparamos as novas gerações para se tornarem conselheiros e diretores da empresa. Temos um programa de desenvolvimento para as próximas gerações e também um para os familiares que são mais jovens para que não percam o laço com nossa empresa — contou

A palestrante ainda defendeu que a governança é uma jornada e que cada família empresária deve criar o seu próprio modelo. Entretanto, é necessário sempre envolver todos os familiares nesse caminho para que se tenha sucesso.

O risco da família para uma empresa

Por fim, o painel ainda contou com o empresário, professor e cofundador do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), Roberto Faldini. Ele contou como nasceu a entidade, que hoje é referência no tema no Brasil e também falou sobre sua experiência nas empresas familiares dos pais. Com conhecimento de caso, ele foi taxativo em dizer que família é essencial para a empresa, mas também pode ser o motivo para crises caso não seja bem gerenciada.

— Não há governo, câmbio, mercado ou nada pior que destrua uma empresa a não ser a própria família. Ela pode destruir uma empresa se não houver a governança corporativa — finalizou.

O papel da governança corporativa

Nesse sentido, a governança corporativa oferece clareza de papéis e responsabilidades dentro da organização, faz fluir a ligação entre o interesse dos acionistas e dos demais stakeholders e a execução da estratégia.

O conselho de administração é chave nesta ligação entre proprietários e executivos e na efetividade da liderança. Sejam os conselheiros independentes ou mesmo os acionistas, eles são os guardiões da estratégia; asseguram diretrizes aos executivos, de modo a promover o engajamento dos colaboradores, aprimorar a gestão de riscos, gerar melhores resultados operacionais, facilitar o acesso da empresa a capital e aumentar seu valor no mercado.

Sobre os palestrantes:

Divino Sebastião de Souza

Divino Sebastião de Souza possui 40 anos de experiência em Tecnologia da Informação, tendo participado das primeiras implantações da telefonia móvel em Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso do Sul. Desenvolveu carreira no Grupo Algar, que teve receita líquida de R$ 3 bilhões, em 2018, contando com 19 mil colaboradores. Foi um dos idealizadores e executores do Call Center – ACS, hoje Algar Tecnologia, que presidiu por oito anos. Foi também Presidente de outras empresas do grupo, como da Algar Telecom e da Algar Agro, antes de se tornar CEO do Grupo Algar. É membro do Conselho de Administração da Algar Telecom e da Aviva (controladora do Rio Quente Resorts e da Costa do Sauípe) e Presidente da Comissão de Presidentes da AMCHAM de Uberlândia. Graduado em Engenharia Elétrica e pós-graduado em Gestão Empresarial, cursou Gestão Estratégica no INSEAD e na Wharton University.

Monika Hufenüssler Conrads

Monika Hufenüssler Conrads é há sete anos Presidente do Conselho de Administração da Duas Rodas, multinacional brasileira líder na produção de aromas e ingredientes para a indústria de alimentos e bebidas no país. Com experiência executiva no Brasil e na Alemanha e carreira na Duas Rodas, presidiu a Associação Empresarial de Jaraguá do Sul e o Instituto FEMUSC. Conselheira certificada pelo IBGC, integra os Conselhos de Administração da Universidade Católica de Santa Catarina e da Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado de Santa Catarina (FAPESC), além de Conselhos Consultivos. É ainda membro da Comissão de Empresas de Controle Familiar, membro do Conselho de Administração e Vice-Presidente do IBGC. Formada em Engenharia Química pela Universidade Federal do Paraná, é mestre em Engenharia de Alimentos pela Universidade de São Paulo e pós-graduada em Engenharia Econômica na Europa.

Silvana Romagnole

Silvana Romagnole desenvolveu experiência executiva em gestão de pessoas e marketing, antes de assumir, há uma década, a Presidência do Conselho de Família da Romagnole, empresa brasileira provedora de soluções para geração, transmissão de energia e instalações elétricas industriais, que exporta para 31 países. Membro do Conselho de Administração da empresa há 12 anos, também integra o Conselho de Cidadania Empresarial da Federação das Indústrias do Paraná (CPCE/FIEP) e participa do corpo diretivo da Associação Brasileira de Recursos Humanos. É conselheira certificada e palestrante pelo IBGC em sucessão, governança corporativa e familiar, bem como certificada em consultoria para empresas familiares, pela Universitat Abat Oliba CEU, na Espanha. Silvana é graduada em Administração e pós-graduada pela Fundação Getúlio Vargas. É voluntária em programas humanitários, no Brasil e no exterior.

Roberto Faldini

Roberto Faldini é empresário, professor, palestrante e consultor em governança corporativa, sucessão familiar e fusões e aquisições. Foi Cofundador do IBGC – Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, onde atua em várias comissões. Foi Diretor-Executivo e membro do Conselho de Administração da Metal Leve e Presidente da CVM – Comissão de Valores Mobiliários. Mentor Endeavor, é conselheiro de administração em empresas de setores, como Celulose Irani, Marfrig, Metalúrgica Golin, Odebrecht e Vulcabrás Azaleia, além de instituições sem fins lucrativos, como Fundação Dorina Nowill, Fundação Crespi Prado e CEAL – Conselho Empresarial da América Latina. É formado em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas, com especialização em Gestão Avançada, pela Fundação Dom Cabral e pelo INSEAD (França), em Empreendedorismo pelo Babson College (Estados Unidos) e em Governança Corporativa.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação