Apesar da previsão de sol e elevação das temperaturas, Florianópolis e a região não devem ter um fim de semana com diversão ao ar livre. As atuais medidas de restricão adotadas para contenção do coronavírus não permitem a ocupação de áreas de lazer. A Guarda Municipal de Florianópolis intensifica a fiscalização, conforme o comandante Ivan Couto.

Continua depois da publicidade

Confira as atuais restrições em Florianópolis, São José, Palhoça e Biguaçu

— A Guarda Municipal de Florianópolis vem reforçando as equipes no final de semana para fazer cumprir as denúncias que recebemos e agir de forma pró-ativa. Todos nós somos responsáveis por manter o controle. Neste momento mais delicado precisamos da colaboração das pessoas. Apesar de Florianópolis ter tantas belezas naturais, não é momento pra sair de casa visando fazer turismo ou se divertir — lembra o comandante.

Ouça a entrevista com Ivan Couto, comandante da GMF:

Pontos principais de diversão ao ar livre como os bolsões da Beira-Mar Norte e o Parque de Coqueiros serão fechados. Placas que sinalizam a proibição de circulação serão posicionadas nas principais praias do Norte, Sul e Leste da Ilha. Diante da impossibilidade de fiscalizar simultaneamente todas as áreas de lazer da cidade, a Guarda Municipal de Florianópolis incentiva que os cidadãos denunciem irregularidades.

Ministério Público cobra que prefeitos do Sul de SC cumpram quarentena

— A gente espera contar com a colaboração das pessoas. Não conseguimos estar em todos os locais em todos os momentos. Quando recebemos uma denúncia, encaminhamos à Vigilância Sanitária, Polícia Militar ou fazemos o atendimento. Foram 63 ocorrências envolvendo medidas sanitárias no último fim de semana — afirma Ivan Couto.

Continua depois da publicidade

As medidas em vigência nas cidades de Florianópolis, São José, Palhoça e Biguaçu proíbem a circulação na orla das praias, além da utilização de parques, playgrounds, academias ao ar livre e arenas públicas de esportes. Na Capital, as denúncias podem ser feitas à Guarda Municipal de Florianópolis pelo 153. Nos demais municípios, a possibilidade é acionar a Polícia Militar no 190.

SC atinge 75% de ocupação de leitos de UTI, pior índice registrado na pandemia

Destaques do NSC Total