nsc
dc

Na frente

Hamilton faz pole no Canadá e iguala marca de Senna na F-1

Britânico chegou a 65 poles em sua carreira na categoria

10/06/2017 - 11h40

Compartilhe

Por Lancepress
(Foto: )

Lewis Hamillton, da Mercedes, cravou o impressionante tempo de 1:11.459s para garantir a pole position no Canadá. O inglês conquistou a pole de número 65 em sua carreira, igualando-se à marca de Ayrton Senna, e três abaixo do recorde de Michael Schumacher, o grande recordista de pole positions em toda história.

A volta de Hamilton foi 0,33s mais rápida que a de Sebastian Vettel, segundo colocado, com a Ferrari, e o único a andar na casa dos 1:11 de Hamilton.

Leia mais:

VÍDEO 360º: dupla gaúcha da Stock Car mostra como é o trabalho dos pilotos

McLaren dispara contra Honda e indica chance de romper contrato

Mercedes descarta saída da Fórmula-1 em 2018

Na terceira posição, Valtteri Bottas, da Mercedes, superou Kimi Raikkonen, da Ferrari, em 0.075 segundo. Eles foram seguidos pela Red Bull de Max Verstappen na quinta colocação. Daniel Ricciardo largará na sexta posição com a Red Bull, à frente do brasileiro Felipe Massa, da Williams.

— Estou superfeliz. É a melhor posição que eu poderia estar largando hoje. Consegui fazer uma excelente volta — disse Massa.

A Force India mostrou o bom desempenho dos treinos de sexta-feira e colocou novamente seus dois carros dentro do top 10. Sergio Perez foi o oitavo e Esteban Ocon o nono colocado. A Renault fechou os 10 melhores com Nico Hulkenberg.

A Toro Rosso não conseguiu repetir os bons resultados e largará apenas na sexta fila do grid, com Daniil Kvyat em 11° lugar. Carlos Sainz parte da 13ª posição.

Fernando Alonso, que vinha obtendo bons resultados nos treinos, sempre dentro dos 10 melhores, reclamou de uma redução de potência do Q1 para o Q2 e acabou terminando na 12ª colocação.

Romain Grosjean foi o melhor da Haas, em 13°, e largará ao lado de Sainz na sétima fila. Jolyon Palmer (Renault) foi o 15°, seguido por Stoffel Vandoorne, da McLaren.

O dono da casa, Lance Stroll, foi eliminado no Q1 e largará apenas na 17ª posição, apenas à frente de Kevin Magnussen (Haas), Marcus Ericsson (Sauber) e o último colocado Pascal Wehrlein (Sauber).

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Esportes

Colunistas