nsc
dc

Saúde

Hemosc aguarda kits para retomar cadastro de doadores de medula em Santa Catarina

Serviço está suspenso desde agosto e expectativa é que material de testes de compatibilidade leve 30 dias para chegar ao Estado

23/02/2017 - 12h09 - Atualizada em: 21/06/2019 - 22h01

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

A coleta de medula óssea de doadores voluntários em Santa Catarina deve ser retomada no Hemosc em 30 dias com a chegada de 4,5 mil kits de teste de compatibilidade. O material é importado e foi comprado pela Secretaria de Estado da Saúde. O serviço estava suspenso desde agosto.

Atualmente o Hemosc está realizando apenas a coleta de medula de parentes de pacientes, que têm mais chance de compatibilidade.

Entenda o que está por trás da suspensão de novos cadastros para doar medula em Santa Catarina

"A Secretaria de Estado da Saúde esclarece ainda que os kits comprados permitirão dar início à realização dos exames da cota de 2017", disse a secretaria em nota.

Essa cota é de 10,2 mil novos cadastros anuais, que são pagos pelo Ministério da Saúde. Com a suspensão do serviço em janeiro, o Estado só realizou 96 cadastros. Esses cadastros fazem parte do Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome).

A secretaria de Saúde de SC informa que, como sempre excedem a cota, solicitaram em ofício a ampliação da cota em outubro do ano passado. O Ministério da Saúde, entretanto, informa que não recebeu a solicitação.


Leia também:

Cadastro para transplante de medula óssea está suspenso pelo Hemosc em SC

Entenda o que está por trás da suspensão de novos cadastros para doar medula em Santa Catarina

Confira como ser um doador de órgãos e medula óssea

Colunistas