nsc
    dc

    Vale do Sinos 

    Homem acusado de esfaquear ex-companheira e de incendiar apartamentos é julgado no RS

    Alexandre Viana de Souza é julgado pelo júri na 1ª Vara Criminal do município e responde por 91 tentativas de homicídio 

    24/04/2018 - 04h56

    Compartilhe

    Por Redação NSC

    Teve início na manhã desta terça-feira (24), na 1ª Vara Criminal de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, o júri de Alexandre Viana de Souza, acusado de esfaquear a ex-companheira há pouco mais de dois anos e de incendiar apartamentos no condomínio onde residiam. O réu responde por 91 tentativas de homicídio, por lesão corporal, furto qualificado e crime contra o meio ambiente.

    Em janeiro de 2016, ele e a ex-companheira Márcia Castilho Schimidt discutiram dentro do carro quando voltavam para casa, em um condomínio. O filho adolescente de Márcia estava junto. Durante a briga, segundo a acusação, Souza deu vários golpes de canivete na ex-mulher e agrediu o jovem.

    Enquanto os dois recebiam atendimento médico, ele saiu do automóvel e foi até o apartamento deles. No local, teria furtado dinheiro e objetos, além de incendiar o imóvel. O fogo atingiu outros quatro apartamentos e o prédio foi interditado devido ao risco de colapso na infraestrutura. Três meses depois do crime, Souza foi preso no Litoral Norte gaúcho.

    Nos últimos dias, a defesa do réu tentou transferir o local do júri de São Leopoldo para outra cidade. O motivo seria uma possível parcialidade dos sete jurados devido ao fato de que o crime teve grande repercussão no município. No entanto, o Tribunal de Justiça indeferiu este pedido na semana passada.

    Leia mais notícias no Diário Catarinense

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas