nsc
    an

    Crime

    Homem é preso suspeito de tentar matar ex-companheira em São Bento do Sul

    A jovem de 18 anos está internada em estado grave na UTI

    11/06/2020 - 15h23

    Compartilhe

    Patrícia
    Por Patrícia Della Justina
    Situação foi registrada na última quarta-feira
    Situação foi registrada na última quarta-feira
    (Foto: )

    Um homem de 31 anos foi preso na tarde da última quarta-feira (10) por suspeita de tentativa de feminicídio contra a ex-companheira, uma jovem de 18 anos, em São Bento do Sul. Ele teria a atingido no rosto e pescoço com golpes de faca. A vítima foi encaminhada em estado grave ao hospital, onde permanece internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da unidade.

    >> Jovens e agredidas dentro de casa: o perfil da violência contra a mulher em Santa Catarina

    Segundo o delegado responsável pelo caso, Fábio Estuqui, o homem havia sido preso dois dias antes do crime por causar danos aos pertences da vítima. No entanto, ele foi solto no dia seguinte, na última terça-feira (9). No dia posterior, o homem retornou à casa da vítima. Eles discutiram e, conforme o delegado, ele a agrediu com golpes de faca de cozinha. 

    - Ela teve um ferimento grave no pescoço e também no rosto, que estava bastante deformado - detalha o delegado. 

    Segundo Fábio, os vizinhos ouviram a briga, viram o agressor fugindo do local e acionaram a polícia. O suspeito foi encontrado próximo ao local do crime. Ainda conforme o delegado, ele negou os fatos, mas foi preso preventivamente. 

    - Agora aguardamos os exames de corpo de delito e esperamos que ela se recupere para ouvir o depoimento, dando início às oitivas - completa o delegado.  

    Entenda o crime de feminicídio:

    O feminicídio é uma circunstância qualificadora do crime de homicídio e recebe essa classificação quando há uma relação de afeto ou de parentesco entre a vítima e o agressor, ou quando o crime foi motivado por ódio ou repulsa à condição de mulher e do que é ligado ao feminino.

    De acordo com a lei 13.104, sancionada em 9 de março de 2015, ao tornar-se uma modalidade de homicídio qualificado, o feminicídio passa a ser considerado um crime hediondo. Segundo o Código Penal Brasileiro, os crimes de homicídio qualificado são punidos com reclusão que pode variar de 12 a 30 anos. A pena do feminicídio é aumentada de um terço até a metade se o crime for praticado na presença de descendente da vítima, caso deste crime registrado em Joinville na noite de sexta-feira.

    > Receba notícias de Joinville e da região Norte de SC por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do AN

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas