nsc
an

publicidade

Segurança

Homem que encomendou morte de ex-namorada de 18 anos é condenado por homicídio em Joinville

Crime ocorreu em 2018, no bairro Comasa. Um motorista de transporte por aplicativo também foi ferido durante o crime

05/12/2019 - 18h17 - Atualizada em: 05/12/2019 - 18h42

Compartilhe

Redação
Por Redação AN
foto mostra o momento da condenação, na sala do tribunal do júri
Os dois réus foram condenados na sessão pelos mesmos crimes
(Foto: )

Um homem de 23 anos foi condenado por homicídio e tentativa de homicídio em Joinville na tarde desta quinta-feira (5). Pablo Correa Rodrigues estava preso no Presídio Regional da cidade quando encomendou a morte da ex-namorada, Luana Telles Modesto. A jovem tinha 18 anos quando morreu, em 27 de junho de 2018. A sessão, presidida pelo juiz Gustavo Henrique Aracheski, começou às 9 horas e durou oito horas na sala do Tribunal do Júri, no Fórum de Joinville.

O crime ocorreu em frente a um estabelecimento comercial na rua Prefeito Baltazar Buschle, no bairro Comasa, por volta das 23 horas. A investigação mostrou que Pablo pediu a um amigo, Jonatan de Souza Moreira Raulino, que ele executasse a ex-namorada porque ela havia terminado o relacionamento e "sabia demais". Na época, o A Notícia noticiou o crime.

Segundo o processo, Jonatan ligou para Luana marcando um encontro para resolver uma pendência financeira. No local e horário marcado, ele surpreendeu a garota e faz diversos disparos contra ela. Luana foi rapidamente socorrida porque o casal de amigos a colocou dentro do carro de um motorista de aplicativo.

Porém, Jonatan continuou atirando e um dos projéteis atingiu o motorista, causando ferimento na região do fêmur direito. Por isso, eles também eram acusados por tentativa de homicídio. Luana chegou a ser levada para o Hospital Regional, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na mesma noite.

Atualmente, os dois réus aguardavam julgamento dentro do Presídio Regional de Joinville. Os dois foram condenados a 18 anos e 8 meses de reclusão, em regime fechado, pelos crimes de homicídio consumado e de tentativa de homicídio. A pena ficou igual para os dois réus.

​Leia outras notícias de Joinville e região.​​​​

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Polícia

publicidade

Colunistas

    publicidade

    publicidade

    publicidade