nsc
dc

Segurança

Idoso é agredido e assaltado ao dar carona para desconhecido em Grão-Pará, no Sul de SC

Homem pediu para que o motorista parasse na estrada para que ele pudesse fazer necessidades e anunciou o roubo

19/04/2021 - 11h46

Compartilhe

Maria Eduarda
Por Maria Eduarda Dalponte
Polícia buscou autor do crime, mas não encontrou na região
Polícia buscou autor do crime, mas não encontrou na região
(Foto: )

Um idoso, de 65 anos, foi agredido e roubado ao dar carona para um homem na noite desse domingo (18), em Grão-Pará, no Sul de Santa Catarina. O criminoso levou cerca de R$ 1,7 mil em dinheiro, além de documentos da vítima. O assaltante não foi encontrado pela polícia.

> Médica desaparecida é encontrada com vida às margens da BR-470

> Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

O idoso relatou aos agentes de segurança que estava em um bar em Grão-Pará e um homem lhe pediu carona até Braço do Norte, município que fica a 15 quilômetros de distância, para onde ele também estava indo. Ao sair da cidade, o caroneiro solicitou que a vítima parasse o carro porque precisava fazer necessidades.

Quando o idoso parou o veículo às margens da estrada, o homem anunciou o assalto, bateu na vítima e pediu dinheiro. Ao conseguir a quantia de R$ 1,7 mil e pegar os documentos do motorista, o criminoso saiu correndo em direção a Grão-Pará, segundo relatos do idoso.

> Briga em alto-mar termina com um desaparecido em Porto Belo

A guarnição foi acionada por populares para atender a ocorrência de roubo e iniciou as buscas pelo indivíduo. O idoso disse aos policiais que não conhecia o caroneiro, mas o descreveu aos agentes: com estatura mediana, entroncado e com camisa branca. O assaltante não foi encontrado e a vítima foi levada pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital Santa Teresinha, de Braço do Norte, para verificar as lesões.

*Sob supervisão de Augusto Ittner

Leia também

Estudantes de medicina são flagrados em festa clandestina

Pesquisador alerta sobre riscos e perdas com a estiagem em SC

Cão é resgatado após ficar preso em portão em cidade no Vale

Colunistas