publicidade

Cotidiano
Navegue por

Rio de Janeiro

Incêndio no CT do Flamengo: IML conclui identificação das dez vítimas

Corpo dos catarinense Bernardo Pisetta, 15 anos, e Vítor Isaías, 14, foram sepultados neste domingo

10/02/2019 - 16h29 - Atualizada em: 10/02/2019 - 16h33

Compartilhe

Por Folhapress
Sepultamento de Vitor Isaías, 14 anos, morto no incêndio no CT do Flamengo
(Foto: )

O Instituto Médico Legal (IML) do Rio de Janeiro concluiu neste domingo (10) a identificação dos corpos das dez vítimas do incêndio no Centro de Treinamento (CT) do Flamengo, o Ninho do Urubu, ocorrido na sexta-feira (8).

Os últimos corpos a serem identificados foram os de Samuel Thomas Rosa e Jorge Eduardo, ambos de 15 anos, por processo de antropologia forense, ou seja, a partir da biologia do esqueleto.

A identificação foi possível a partir de informações fornecidas pelo clube sobre a estrutura física dos jogadores, dados esses que foram fundamentais para o estudo comparativo e a conclusão. Os corpos permanecem no IML aguardando retirada pelos familiares.

Cinco das dez vítimas do incêndio foram enterradas até o meio da tarde deste domingo. No sábado (9), os zagueiros Arthur Vinicius e Pablo Henrique, ambos de 14 anos, foram sepultados. O primeiro foi enterrado em Volta Redonda (RJ), onde a família dele vive. Já Pablo foi sepultado em Oliveira, Minas Gerais, cidade natal do atleta.

Neste domingo foram sepultados Bernardo Pisetta, 15, em Indaial, no Vale do Itajaí (SC), e Vitor Isaías, 14, em Biguaçu, na Grande Florianópolis. Já o corpo de Christian Esmério, 15, foi sepultado no cemitério do Irajá, na zona norte do Rio.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação