nsc
    santa

    Festa

    Inclusão é destaque do último desfile da Oktoberfest em Blumenau

    Cerca de 30 pessoas com deficiência visual desfilaram pela primeira vez e puderam apreciar o desfile através da audiodescrição

    22/10/2016 - 19h19 - Atualizada em: 23/10/2016 - 07h08

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    Talita Bolduan, 23 anos, e Michel Kleinschmidt, 26, deficientes visuais que desfilaram pela primeira vez na Oktoberfest e contaram com o auxílio da áudiodescrição
    Talita Bolduan, 23 anos, e Michel Kleinschmidt, 26, deficientes visuais que desfilaram pela primeira vez na Oktoberfest e contaram com o auxílio da áudiodescrição
    (Foto: )

    A Oktoberfest 2016 começou a se despedir na tarde deste sábado, com o último dos seis desfiles que festejam a celebração e as tradições germânicas. A chuva chegou a preocupar a organização, mas durante todo o desfile nenhuma gota se atreveu a cair do céu e tentar estragar a festa. Às 16h em ponto os primeiros acordes das fanfarras foram ouvidos e oficialmente a despedida começou.

    As calçadas, escadarias e janelas da Rua XV de Novembro estavam completamente ocupadas pelo público, que se encaixava em qualquer cantinho que estivesse dando sopa. Assim, como nas cinco ocasiões anteriores, o desfile não decepcionou. Os grupos vinham animados e colocavam a plateia para dançar e festejar. Mas a última apresentação também tem as suas particularidades, como o desfile das candidatas à realeza da próxima Oktoberfest.

    Porém, o grupo mais especial desfilou pela primeira vez no último carro alegórico. O Bondepéia cruzou a Rua XV lotado de estreantes: um grupo formado por cerca de 30 pessoas com deficiência visual desfilou pela primeira vez e pôde apreciar todos os momentos da festa através da audiodescrição.

    Assistente Social do Conselho da Pessoa com Deficiência, Daiane Mantoanelli contou que muito além de uma experiência divertida, a possibilidade de participar de um momento tão simbólico da Oktoberfest é uma conquista:

    - Foi uma experiência maravilhosa, algo único e que nos colocou em condição de igualdade com as demais pessoas. Nós pudemos através da audiodescrição como é o desfile: os trajes, os carros, o semblante das pessoas, algo que a gente não conseguia ter essa dimensão em outros momentos, então a gente está muito feliz!

    Quem também aproveitou todos os momentos e desceu feliz do Bondepéia foi Michel Kleinschmidt, 26 anos. Natural de Ibirama e morador de Blumenau há três anos ele contou que ficou maravilhado com a magnitude do evento e a importância da cultura germânica para a região.

    - Foi emocionante, porque com esse recurso da audiodescrição pudemos ter uma ideia do tamanho do evento, eu não tinha muita noção de que era tão grande e tão representativo do Vale do Itajaí. Desfilar também é uma oportunidade marcante na nossa vida, porque nós podemos chamar o público para dançar e mostrar a nossa alegria de poder participar - declarou.

    Depois do desfile o grupo seguiu - assim como todos os outros oktoberfesteiros - para a Vila Germânica, onde a festa continuou. Com o final do desfile, a festa segue na noite deste sábado e durante todo o domingo, quando será escolhida a nova realeza da festa. A eleição da rainha e das princesas que vão representar a Oktoberfest acontece na noite de domingo a partir das 20h no setor Eisenbahn Biergarten, na Vila Germânica.

    >> Confira alguns cliques do desfile

    Fotos: Aline Camargo

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas