nsc
an

Meio ambiente

Indenização paga pela Norsul vai financiar projetos ambientais em SC

Empresa dona da barcaça que virou na baía da Babitonga, em São Francisco do Sul, em 2008, teve que pagar R$ 8,95 milhões para ações de recuperação e preservação ambiental na região

16/10/2013 - 07h30

Compartilhe

Por Redação NSC
Barcaça virou em São Francisco do Sul em janeiro de 2008
Barcaça virou em São Francisco do Sul em janeiro de 2008
(Foto: )

O Ministério Público Federal em Joinville lançou na última terça-feira edital para seleção de projetos na área de preservação ambiental, que serão bancados com os recursos depositados pela Companhia de Navegação Norsul, em função de termo de ajustamento de conduta assinado no início deste ano.

Os interessados têm até o dia 31 de março de 2014 para enviar os documentos pedidos. Mais de um projeto pode ser contemplado. O valor de R$ 8,95 milhões foi acordado pelo Ministério Público Federal como compensação pelos danos causados pelo derramamento de óleo e outros produtos poluentes na costa de São Francisco do Sul, em janeiro de 2008.

Todas as propostas deverão ser executadas na Subseção Judiciária de Joinville (Araquari, Balneário Barra do Sul, Barra Velha, Campo Alegre, Garuva, Itapoá, Joinville, São Francisco do Sul e São João do Itaperiú), em especial nos locais mais atingidos.

A avaliação obedece à seguinte ordem de prioridades: criação e/ou desenvolvimento de unidades de conservação federal; criação e/ou desenvolvimento de unidades de conservação municipais; criação e/ou desenvolvimento de unidades de conservação estaduais, exceto no Parque Estadual do Acaraí; outras ações de recuperação e preservação ambiental; e aparelhamento e desenvolvimento de órgãos ligados à preservação do meio ambiente.

Podem participar, além das pessoas de direito público, entidades privadas sem fins lucrativos que atuem na área desde janeiro de 2012 em algum dos municípios citados.

Colunistas