nsc

publicidade

Atendimento 

INSS anuncia desativação de agência e ganha mais prazo para deixar imóvel em Florianópolis

Prédio no bairro Capoeiras, onde funciona a unidade do Continente, é alvo de decisão da Justiça do Trabalho que pedia interdição da estrutura em até 30 dias 

18/11/2019 - 20h02 - Atualizada em: 18/11/2019 - 20h07

Compartilhe

Jean
Por Jean Laurindo
Prédio sofre com problemas de rachaduras e infiltrações e deveria ser desocupado em 30 dias segundo decisão do início do mês
Prédio sofre com problemas de rachaduras e infiltrações e deveria ser desocupado em 30 dias segundo decisão do início do mês
(Foto: )

O Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) pediu ampliação do prazo para cumprir a determinação da Justiça do Trabalho e desocupar o prédio em que está instalada a agência do Continente, na Avenida Governador Ivo Silveira, bairro Capoeiras, em Florianópolis. O pedido foi atendido em decisão divulgada no início da noite desta segunda-feira.

O INSS informou também que pretende desativar em definitivo a agência, transferindo os serviços para a unidade de São José, a três quilômetros do endereço atual, e do Centro de Florianópolis, a cinco quilômetros.

A retirada das atividades e dos servidores do imóvel do bairro Capoeiras foi determinada no dia 4 de novembro por uma decisão da juíza Maria Aparecida Ferreira Jeronimo, da 3ª Vara do Trabalho. A liminar atende a uma ação civil pública do Ministério Público do Trabalho. O prédio sofre com graves problemas estruturais.

A magistrada determinou que o prédio fosse desocupado e os atendimentos fossem transferidos em até 30 dias úteis, sob pena de multa diária de R$ 50 mil.

Na semana passada, o INSS respondeu à Justiça do Trabalho solicitando que esse prazo fosse ampliado para 60 dias úteis para a realocação dos serviços e dos 37 servidores e quatro estagiários que atuam no imóvel, e de 180 dias úteis para a remoção total do arquivo.

O pedido de prazo do INSS foi analisado pela juíza do Trabalho nesta segunda-feira. Em decisão publicada no processo, ela aceitou a solicitação do INSS e concedeu o prazo de 60 dias úteis para desocupação da estrutura e dos servidores e de 180 dias para o arquivo.

Unidade será desativada em definitivo

A agência do INSS no Continente faz em média 145 atendimentos por dia. Na nota em que detalha o pedido de mais prazo para cumprir a decisão de desocupar o prédio do bairro Capoeiras, o instituto confirma que irá desativar em definitivo a unidade do Continente, que há mais de 20 anos era um local de atendimento à população.

Parte do dos servidores vai reforçar as equipes de manutenção e concessão de benefícios da gerência do INSS, que funciona no Centro de Florianópolis. O restante dos servidores será absorvido pelas unidades de São José, Palhoça e Centro de Florianópolis.

O prazo para a desativação agora deve ser o de 60 dias úteis. Por enquanto, os atendimentos no local seguem sendo feitos.

Reforma geral do imóvel exigiria R$ 5,5 milhões, diz INSS

Serviços serão transferidos para unidade de São José e do Centro de Florianópolis
Serviços serão transferidos para unidade de São José e do Centro de Florianópolis
(Foto: )

Em nota divulgada nesta segunda-feira, o INSS informa discordar do laudo pericial que menciona risco de colapso no prédio, mas reconhece que a construção não possui plano de prevenção e proteção contra incêndio.

O INSS afirma que foram feitos reparos na cobertura e na laje, que teriam diminuído as infiltrações no edifício. O passo seguinte seria a pintura das paredes e lajes e troca de placas de forro em áreas afetadas. O órgão também pretendia adquirir extintores, hidrates e equipamentos, mas afirmou que não haveria aprovação do plano pelo Corpo de Bombeiros pela necessidade de outros ajustes.

Com isso, o texto aponta que a solução definitiva seria a reforma geral do prédio, que pertence ao INSS. A obra exigiria nove meses de trabalho para fazer os projetos, outros sete meses para execução e um investimento de R$ 5,5 milhões.

“Assim, a decisão judicial é a única alternativa viável que restou ao INSS”, aponta o INSS em trecho da nota.

Acesse as últimas notícias do NSC Total

Deixe seu comentário:

publicidade