Jaraguá do Sul é a cidade mais segura de Santa Catarina e a mais segura do País considerando a quantidade de homicídios em relação ao número da população. A informação foi publicada no Atlas da Violência, pesquisa que o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) realiza anualmente em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O estudo analisou 310 municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes em 2017 e fez um recorte regionalizado da violência no país.

Continua depois da publicidade

Joinville ficou em quarto lugar entre as cidades com maior taxa de homicídios de Santa Catarina. De acordo com os números analisados, a maior cidade da região Norte tinha uma taxa estimada de homicídios de 22,4%, com 129 assassinatos frente a uma população de 577.077 habitantes.

Já em Jaraguá do Sul, cidade que tem população estimada em 170.835 habitantes, ocorreram sete homicídios em 2017, totalizando uma taxa de 5,5%. Com isso, encabeçava a lista de cidades com menores taxas estimadas de homicídio por 100 mil habitantes no Brasil. O primeiro lugar ficou com Jaú (SP), onde a taxa foi de 2,7%, seguido por Indaiatuba e Valinhos, também de São Paulo. Depois de Jaraguá do Sul, em quinto lugar entre as cidades com menos homicídios, estava Brusque, cuja taxa era de 5,8%.

No estudo anterior, referente a 2016, Joinville entrou na lista dos 123 municípios brasileiros onde ocorreram 50% dos assassinatos no País em 2016. Naquele ano, foram 24,8 mortes por 100 mil moradores.

Jaraguá do Sul havia conquistado o primeiro lugar entre as mais pacíficas do país com mais de 100 mil habitantes segundo o estudo do Ipea em 2017, pelos números de 2015, ano em que a taxa foi de 3,7 mortes por 100 mil habitantes. Em 2016, a taxa subiu, chegando a 5,4 mortes, e a cidade ficou na terceira posição no ranking nacional.

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total