nsc
an

publicidade

Campeonato Catarinense de 2018

JEC enfrenta o Criciúma de olho na vaga da Copa do Brasil

Resultados desta quarta ajudaram e vitória confirma classificação tricolor para a disputa nacional

28/03/2018 - 22h34

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

O clássico entre Tricolores do Norte e do Sul do Estado ganhou uma outra motivação na noite desta quinta-feira, às 20h30, na Arena. Separados por quatro pontos na tabela de classificação e já fora da disputa do título, Joinville e Criciúma entram em campo nesta noite de olho na terceira colocação do Campeonato Catarinense.

Tudo porque a Federação Catarinense de Futebol (FCF) confirmou que o terceiro lugar do Estadual estará na Copa do Brasil de 2019. Deste modo, Joinville e Criciúma podem evitar a necessidade de jogar a Copa Santa Catarina ou mesmo fazer contas de acordo com o ranking da CBF para saber se estarão ou não na competição nacional.

O JEC ganhou ainda outro incentivo: a derrota do Tubarão para o Inter de Lages, por 1 a 0 na noite desta quarta-feira, e o empate do Avaí por 0 a 0 com o Brusque dão ao Joinville a condição e garantir o terceiro lugar com a vitória e a um jogo de acabar o campeonato.

Recém-chegado ao JEC, o técnico Matheus Costa confirmou que o time está atento à situação.

– A partir destes sete pontos que somamos, veio esta possibilidade de terminarmos em terceiro e para isso que estaremos brigando a partir de agora – reforçou Matheus Costa.

Ciente da importância do jogo, especialmente por se tratar de um clássico, o comandante levará a campo força máxima. Suspensos na última rodada, Bruno Aguiar e Alisson voltam a estar à disposição. O primeiro atuará na zaga ao lado de André Baumer. O segundo voltará a jogar como lateral-direito – agradou contra o Figueirense nesta posição e permanecerá lá.

Além dos reforços na defesa, o JEC conta com o retorno do artilheiro Rafael Grampola. Ausente no domingo em razão de uma lesão, ele agora está recuperado e confirmado para o clássico.

– É um rapaz muito trabalhador. Está sempre querendo a vitória, é competitivo e muito respeitado pelo elenco. Dentro de campo, é um finalizador nato. Em uma oportunidade que ele tiver, a chance de fazer o gol é muito grande – elogiou Matheus, ao confirmar a titularidade do camisa 9.

Para garantir a permanência na terceira colocação, o Joinville depende apenas de si. A equipe que vai a campo terá: Emerson; Alisson, Bruno Aguiar, André Baumer e Alex Ruan; Renan Teixeira, Elias, Eduardo Person, Kadu e Madson; Rafael Grampola.

Deixe seu comentário:

publicidade