nsc

publicidade

Futebol

JEC joga para quebrar jejum e evitar margem zero de erro

Tricolor enfrenta o Cuiabá, neste sábado, e precisa somar pontos para respirar na luta contra o rebaixamento na Série C

13/07/2018 - 16h54

Compartilhe

Por Redação NSC
JEC treinou na Arena Pantanal nesta sexta-feira
JEC treinou na Arena Pantanal nesta sexta-feira
(Foto: )

Restam cinco jogos para o término da primeira fase da Série C. Usando como base o retrospecto da competição nos últimos anos, o Joinville precisa de dez pontos para evitar o rebaixamento, ou seja, teria de pontuar em quatro das cinco partidas restantes. Para não ficar ainda mais pressionado na reta final (a ponto de jogar sem margem de erro), é fundamental o Tricolor buscar pontos diante do Cuiabá, neste sábado, às 16h30, na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).

É evidente que o JEC terá de contrariar toda a lógica para evitar a queda. Primeiramente porque ainda não somou pontos como visitante. Além disso, o adversário é o vice-líder da chave. Se tudo isso ainda não fosse suficiente, vale lembrar que o Joinville não marcou nenhum gol sequer fora da Arena e tem a pior defesa do grupo.

Mas o elenco e o técnico Márcio Fernandes confiam numa volta por cima histórica nesta reta final. Como o próprio Márcio Fernandes gosta de afirmar: "Nenhuma fase ruim dura para sempre".

Dentro desta lógica, qualquer ponto que vier da Arena Pantanal será importante, especialmente porque até o fim da Série C o JEC terá três confrontos diretos: Tupi (F), Luverdense (C) e Volta Redonda (F).

Para o jogo deste sábado, Márcio Fernandes terá os retornos de Jonas, Filipe Costa e Alex Ruan. Em compensação, Eduardo Person corre sério risco de não começar a partida. O volante, que foi bem na semana passada, está com problemas musculares.

Pelo que apurou a repoprtagem, o JEC pode começar a partida com: Matheus; Michel Schmöller, Gualberto, Filipe Costa e Eduardo; Tiago Ulisses, Alex Ruan, Breno, Zotti e Madson; Rafael Grampola.

A mudança

A presença de Alex Ruan como volante seria uma alternativa de melhorar a saída de bola ocupando a vaga de Eduardo Person. Madson na ponta esquerda, na vaga de Jean Lucas, seria outra opção em razão do baixo desempenho do antigo titular. As mudanças apareceram no treino em Cuiabá (MT). Resta saber se Márcio Fernandes irá confirmá-las na partida deste sábado.

Sem caldeirão

Uma dificuldade a menos para o Joinville será a presença do público na Arena Pantanal. O estádio da Copa do Mundo de 2014 atrai poucos torcedores na Série C. A média de pagantes do Cuiabá é de 462 torcedores. A maior presença de torcedores no Campeonato Brasileiro aconteceu no duelo contra o Operário, quando 592 torcedores estiveram presentes no estádio.

Ficha Técnica

Cuiabá x Joinville

Cuiabá: Victor Souza; Jefferson Feijão. Ednei, Edson Borges e Danilo; Escobar, Marcão, Marino e Eduardo Ramos; Bruno Sávio e João Carlos.

Técnico: Itamar Schülle

Joinville: Matheus; Michel Schmöller (Jonas), Gualberto, Filipe Costa e Eduardo; Tiago Ulisses, Alex Ruan (Eduardo Peson), Breno, Zotti e Madson; Rafael Grampola.

Técnico: Márcio Fernandes.

Arbitragem: Jonathan Antero Silva (RO) auxiliado por Adenilson de Souza Barros (RO) e Marcio Cristiano Silva (AC).

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).

Horário: 16h30.

Data: 14/7/2018.

14ª rodada - Sábado

15h30 - Tombense x Operário

15h30 - Ypiranga x Bragantino

16h - Botafogo-SP x Tupi

16h30 - Cuiabá x Joinville

18h - Volta Redonda x Luverdense

Classificação

1º Operário 29 pontos

2º Cuiabá 25 pontos

3º Botafogo-SP 24 pontos

4º Bragantino 24 pontos

5º Luverdense 15 pontos

6º Tombense 15 pontos

7º Ypiranga 15 pontos

8º Tupi 14 pontos

9º Volta Redonda 13 pontos

10º Joinville 10 pontos

Deixe seu comentário:

publicidade