nsc

publicidade

AN Portal

Jefferson Saavedra: cai movimento no Norte da BR-101 em Joinville

Veículos pesados respondem por fatia maior na queda

29/10/2015 - 06h17 - Atualizada em: 29/10/2015 - 06h34

Compartilhe

Por Redação NSC

O movimento de veículos na BR-101 na região de Joinville está caindo em 2015, depois de sucessivos avanços desde a concessão da rodovia federal à iniciativa privada, em 2008. Em levantamento montado pela Autopista Litoral Sul a pedido da coluna, com base no praça de pedágio de Garuva, o tráfego de veículos pesados, como caminhões, foi o mais atingido, com redução de 11,5% se comparados os meses de setembro deste ano e o do ano passado. Nessa comparação, os veículos leves tiveram crescimento superior a 6%, mas no balanço final, somando todos os tipos de veículos, o movimento caiu 0,96% em setembro. Essa queda fica em 1,3% se for levado em conta o acumulado do ano, até setembro - os veículos pesados, sozinhos, representaram 9% de redução no tráfego ao longo do ano. Neste ano, 8,2 milhões de veículos passaram pelo posto de pedágio de Garuva. A crise econômica, com menor trânsito de mercadorias, se encarregou de trânsito em menor escala.

Volta da Jaceguay

Na próxima visita do governador Colombo à Acij, no dia 30, os empresários vão cobrar melhorias na segurança pública e a retomada de abertura e asfaltamento da Almirante Jaceguay, na região Norte. Prevista no pacote do BNDES, com reserva de R$ 24,5 milhões, a obra não começou porque a Prefeitura não tem dinheiro para as desapropriações e nem está mais nos planos do Estado. Seria um novo acesso à BR-101 no Norte de Joinville.

Leia as últimas notícias de Joinville e região

Leia outras colunas de Jefferson Saavedra

Atendimento

O consórcio SQE Luz, responsável pela iluminação pública em Joinville e São Francisco do Sul, entre outras cidades catarinenses, garante ter adotado operações especiais por causa das chuvas. E quem quiser fazer uma solicitação, basta ligar 156 em Joinville ou 0800 645-0405 em São Chico.

No final

A conclusão da licitação dos serviços de informática da Prefeitura de Joinville deve dar fim à intervenção judicial no setor, determinada a pedido do próprio município do ano passado para assegurar a continuidade dos trabalhos. A intervenção se encerrará quando for concluída a migração do sistema. O novo contrato é de R$ 11,1 milhões por quatro anos. Desde o final do governo Tebaldi, o município contava com contratos emergenciais no setor.

Por quê?

Está desfeito o mistério das portas encontradas em diferentes pontos de Joinville. Trata-se de campanha da ZaaV Arquitetura, com proposta de representar a passagem dos clientes rumo ao imóvel próprio, seja moradia ou estabelecimento comercial.

Aplicativos

Rodrigo Thomazi apresentou projeto para regulamentar a utilização de aplicativos para chamar táxis, ferramentas digitais já em uso em Joinville (o Uber é outra coisa, cadastra veículos que não são táxis). Uma das propostas do vereador é o cadastramento dos sistemas na Prefeitura.

Suspensão

A suspensão das 11 mil consultas mensais feitas por pacientes de cidades vizinhas em Joinville não vai atingir os procedimentos contratados por meio do consórcio de saúde da Amunesc. Não estão sendo mais feitas as consultas contratadas diretamente pelas prefeituras junto à Secretaria de Saúde de Joinville.

Depois do conselho

Só depois do parecer dos conselheiros o substitutivo voltará à Legislação, e a LOT recomeçará a tramitar. A proposta da Prefeitura chegou aos vereadores em junho. Para Maurício, a LOT é mais um exemplo de projetos que Maycon tenta travar na Câmara de Joinville.

Sobre o atraso na LOT

Maurício Peixer rebate a versão de Maycon Cesar sobre o atraso na tramitação da LOT e diz que o projeto não andou na Legislação porque seu colega de partido apresentou um substitutivo global. Essa proposta de Maycon precisa ser analisada no Conselho da Cidade.

Uniformes

A Prefeitura de Joinville abriu licitação para comprar uniforme escolar, em pregão avaliado em R$ 14,1 milhões, em valor máximo. O material é para ser distribuído durante dois anos. A oferta de saias evangélicas, maiores do que os shorts-saias, está prevista mais uma vez.

Novo secretário

Flávio Martins Alves deverá ser anunciado hoje como substituto de Nelson Corona na Secretaria da Fazenda de Joinville. Servidor de carreira, Flávio foi secretário da Fazenda durante parte do governo Carlito - assim como Corona também ocupou o cargo durante a gestão de Marco Tebaldi.

No Planejamento

No governo Udo, Flávio começou como gerente na Secretaria de Planejamento, subordinado ao secretário Miguel Bertolini. Em movimento do secretário, Flávio assumiu a gerência de apoio às subprefeituras, cargo dentro da pasta. A escolha dele para a Fazenda reforça a influência de Bertolini no governo.

Barra do Sul

José Nilson Rodrigues assumiu o comando do PSB de Balneário Barra do Sul de olho na disputa da Prefeitura.

Campanha

O plano do empresário é conquistar os votos dos eleitores descontentes com o atual prefeito, Ademar Borges (PMDB), e o anterior, Antônio Rodrigues (PT), seus prováveis adversários.

Norte de Joinville

Mais um acidente ontem na Santos Dumont, bem perto do ponto onde gestante morreu no início da semana. Desta vez, foram dois carros e um caminhão, sem vítimas.Trabalhador daquela região implora por melhorias no acostamento e radares.

No Norte da BR-101

Com queda no movimento de veículos em 2015, a BR-101 no trecho Norte também sente o impacto da crise econômica, principalmente pela menor circulação de caminhões.

Deixe seu comentário:

publicidade