nsc

publicidade

Brasileiro

Jogadores do Figueirense decidem por WO e não entram em campo pela Série B

Atletas definem seguir no hotel e não enfrentam o Cuiabá na Arena Pantanal nesta terça-feira

20/08/2019 - 19h18 - Atualizada em: 20/08/2019 - 19h45

Compartilhe

Kadu
Por Kadu Reis
Jogadores do Figueirense mantém paralisação e não vão jogar na Arena Pantanal
Jogadores do Figueirense mantém paralisação e não vão jogar na Arena Pantanal
(Foto: )

Os jogadores do Figueirense decidiram não entrar em campo. Em reunião entre os atletas antes da partida marcada para as 21h30min desta terça-feira, contra o Cuiabá, ficou estabelecido que eles não estarão na Arena Pantanal para a realização da partida pela Série B do Campeonato Brasileiro. As exigências feitas no último sábado não foram cumpridas pela diretoria e os jogadores que estão em Cuiabá (MT) ficaram no hotel da concentração para a partida. O comunicado foi feito por meio do advogado do grupo alvinegro, Felipe Rino.

Os atletas fizeram votação e decidiram pelo WO. Tomada a decisão, eles voltaram aos quartos do hotel e aguardam o embarque de volta a Florianópolis nesta quarta-feira. Apenas a comissão técnica vai ao local da partida nesta terça-feira. Até o momento, o Figueirense não se pronunciou sobre a decisão dos atletas.

Às 19h40min (de Brasília), 25 minutos depois do horário estimado para a saída da delegação do hotel, o ônibus aguardava pelos atletas. O diretor de futebol Antônio Lopes estava diante do veículo ainda esperançoso que os atletas embarcassem rumo à Arena Pantanal.

- Estamos esperando. Está correndo reunião entre eles (atletas e comissão técnica). O posicionamento dos jogadores até agora é que eles não querem ir - disse o dirigente.

Entre as principais exigências dos atletas à diretoria estão: os pagamentos dos salários e direitos de imagem em atraso e a garantia de que não haverá retaliação por conta do movimento, como rescisão de contrato e demissão por justa causa até o final da Série B. A diretoria prometeu, em nota, sanar dívidas com o elenco até o dia 28, ratificado pelo termo de compromisso assinado com os conselhos do clube. Os jogadores estabeleceram que o prazo para quitar débitos ia até esta terça-feira.

Sem o Figueirense em campo, o árbitro Patricio Wallace Correa Maia terá por protocolo aguardar por 30 minutos a presença da equipe visitante no gramado da Arena Pantanal. Passado o prazo, com o Cuiabá apenas em campo, será autorizado início da partida e um toque na bola da time presente é o basante para configurar o WO.

A saída do hotel estava prevista para as 19h15min. Mais cedo, ainda no decorrer da tarde, profissionais de apoio foram ao local da partida para levar materiais e uniformes. Pairava a dúvida se o Figueirense estaria em campo. O diretor de futebol Antônio Lopes, na manhã desta terça-feira, confiava na presença do time no gramado na noite desta terça-feira. Os conselheiros do clube, na véspera, fizeram apelo para que o Figueira não sofresse o WO. No entanto, os atletas mantiveram a palavra e sequer foram à Arena Pantanal.

Desta forma, o Cuiabá será declarado vencedor por 3 a 0. Além disso, conforme o artigo 203 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) o Figueirense pode ser multado em até R$ 100 mil. Em caso de um segundo WO nesta Série B, o clube será excluído do campeonato e, por consequência, rebaixado.

Leia mais notícias e opiniões sobre o Figueirense.

Deixe seu comentário:

publicidade